Quero só ver como vai ser a entrega do mas popular prêmio do cinema. O Oscar 2019 já tem duas diferenças dos demais: não terá um apresentador fixo e agora ainda entregará 4 estatuetas durante o horário comercial.

A questão do apresentador vocês bem acompanharam por aqui. O ator e comediante Kevin Hart desistiu de apresentar a cerimônia quando depois do anúncio da escolha, começaram a surgir prints de tweets antigos do cara, coisa publicadas e ditas há sete, oito anos, tendo no conteúdo ofensas à comunidade LGBTQ.

“Tomei a decisão de desistir de apresentar esta edição do Oscar. Isso porque não quero ser uma distração em uma noite na qual devemos celebrar tantos artistas talentosos. Eu, sinceramente, peço desculpas à comunidade LGBTQ por minhas palavras insensíveis no passado”

Especulou-se por um tempo qual seria a saída para a Academia, que depois divulgou que este ano não terá nenhum apresentador fixo. O revezamento de estrelas no comando da festa já resultou em um dos mais mal avaliados Oscars de todos os tempos. Em 1989,mesmo ano em que  a Academia trocou a tradicional frase “o vencedor é…” para “o Oscar vai para…”,  Alan Carr apostou me uma cerimônia sem apresentador. Por causa desse quadro no qual  Eileen Bowman incorpora a Branca de Neve e faz um dueto com Rob Lowe, que basicamente canta mal :

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood foi processada pela Disney, por uso indevido da imagem da Branca de Neve. Ah! E teve até uma carta de protesto, assinada por Julie Andrews, Paul Newman, Sidney Lumet e Gregory Peck, que dizia que a transmissão tinha sido vergonhosa. Será que esse ano vai ser diferente?

Em 24 de fevereiro, teremos uma longa lista de confirmados apenas para subir ao palco. Os últimos nomes a serem divulgados são os de Jason Momoa (Aquaman), além de Chadwick Boseman e Angela Bassett (Pantera Negra), que se juntam aos confirmados anteriormente: Javier Bardem, Emilia Clarke, Laura Dern, Samuel L. Jackson, Stephan James, Keegan-Michael Key, KiKi Layne, James McAvoy, Melissa McCarthy e Sarah Paulson.

Querem mais? Ainda teremos Chris Evans (Capitão América), Brie Larson (Capitã Marvel) e Tessa Thompson (Man In Black), Awkwafina, Daniel Craig, Tina Fey, Allison Janney, Jennifer Lopez, Frances McDormand, Gary Oldman, Amy Poehler, Sam Rockwell, Maya Rudolph, Amandla Stenberg, Charlize Theron e Constance Wu.

Espera-se também que se mantenha a tradição de que os mais recentes vencedores da premiação apresentem as versões opostas de suas respectivas categorias, uma tradição da premiação.

No ano passado, de olho em diminuir o longo tempo da premiação, e também combater a inevitável queda dos índices de audiência do Oscar ( hello era da internet) a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou algumas novidades que seriam implementadas para dar um up na festa. Uma delas foi gogada e até mesmo cancelada instituir uma tal de categoria de Melhor Filme Popular. Agora, a tentativa de se diminuir a duração da exibição da cerimônia segue firme, este ano com quatro categorias do Oscar apresentadas durante os intervalos comerciais da transmissão.

Não vai dar pra torcer pela TV por Melhor Montagem, Melhor Curta, Melhor Maquiagem e Melhor Direção de Fotografia. O presidente da Academia, John Bailey, ele próprio fotógrafo de longas como Na Linha de Fogo e Melhor é Impossível, explicou:

“Com a ajuda de nossos parceiros da ABC, nós também exibiremos a apresentação dos quatro prêmios na internet para nossos fãs globais aproveitarem, ao vivo, junto com nosso público. Os fãs poderão assistir às entregas das estatuetas no site do Oscar e nas redes sociais da Academia. A live é uma novidade para nosso show, e nos ajudará a ampliar o conhecimento do público e a promover estas quatro categorias”

A ideia é reduzir o tempo de tela do evento para três horas, e para não penalizar as categorias é importante ressaltar que haverá um esquema de rotatividade de categorias, com a possibilidade de aumento para seis categorias em breve. Algumas figuras importantes do cinema já se manifestaram em relação a mudança, como o diretor Guillermo Del Toro:

“Se me permite: Eu não gostaria de sugerir que as categorias para cortar durante o show Oscars mas- cinematografia e edição estão no coração do nosso ofício. Estas não são herdadas de uma tradição teatral ou de uma tradição literária: são o próprio cinema.”

Semana passada, no almoço anual dos nomeados,  Glenn Weiss e Donna Gigliotti, produtores da grande festa do cinema, já deram a letra para os concorrentes: os vencedores terão 90 segundos a partir do momento em que seu nome é chamado para chegar ao palco e completar seu discurso.

O melhor do Grammy Awards 2019 Vencedora do Grammy, Cardi B sai do Instagram depois de críticas

2 thoughts on “Oscar 2019: 4 categorias decididas no comercial e sem apresentador”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.