Partindo com atraso do do aeroporto internacional Imam Khomeini, no Teerã, e tendo como destino o Aeroporto Internacional Boryspil, em Kiev, na Ucrânia, o Boing 737 da Ukraine International Airlines caiu poucas horas após o Irã ter disparado mísseis contra duas bases aéreas que abrigam tropas dos EUA no Iraque.

176 pessoas morreram, sendo 82 iranianos, 63 canadenses, 11 ucranianos, 10 suecos, 4 afegãos, 3 alemães e 3 britânicos.

Segundo as agências de notícias iranianas, a aeronave teve problemas técnicos no início do voo e caiu depois de alguns minutos. A princípio, a embaixada ucraniana descartou a tese de um ataque terrorista e afirma que o acidente foi devido à “falha do motor do avião”. Depois disso, regressou e disse que se posicionaria após a completa apuração dos fatos. O presidente ucraniano Volodimir Zelenski deixou mensagem no facebook pedindo cuidado em relação a especulações sobre a tragédia:

“Peço a todos que evitem especulações e versões não verificadas da catástrofe”

Um vídeo postado pela ISNA mostra um rastro de fogo no céu:

A Boeing afirmou que tomou conhecimento do acidente e está reunindo informações.  A autoridade iraniana de Aviação Civil informou que as caixas-pretas do avião foram encontradas e devem ajudar a esclarecer o motivo da queda.

#BaftasSoWhite: falta de diversidade no oscar britânico ? Cineminha? Adoráveis Mulheres, Ameaça Profunda e filme sobre a tragédia do submarino Kursk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.