Estreia na TNT, El Comandante, a primeira série de ficção inspirada na vida de Hugo Chávez (1954-2013). O líder venezuelano é interpretado pelo colombiano Andrés Parra, que viveu Pablo Escobar em Pablo Escobar – O Senhor do Tráfico (2012) . São 60 episódios de uma hora de duração, que narram a trajetória de Chávez, da infância pobre passando por sua entrada no Exército até os últimos dias no poder, antes de morrer, aos 58 anos, em decorrência de câncer. A série é baseada na segunda parte do livro El fin del poder, do jornalista Moises Naim, que é também um dos produtores do programa, ex-ministro do Comércio e  crítico declarado do ex-presidente venezuelano.

Quando da estreia internacional, a produção da Sony Pictures Televison causou polêmica na Venezuela, onde os chavistas diziam que a trama apresentaria uma visão negativa do ex-presidente, enquanto a oposição temia que se idealizasse a figura de Chávez. O ex-presidente da Assembleia Nacional Diosdado Cabello, questionou a escolha do ator, enquanto Marisabel Rodriguez, viúva de Chávez, ameaçou processar o canal por não ter gostado das imagens e da sua representação.

O presidente venezuelano, Nicolas Maduro, também se juntou às críticas dos chavistas contra a série de televisão.Chamou a produção de “ um verdadeiro lixo” e afirmou estar pronto para entrar em uma “verdadeira batalha” contra “as mentiras criminosas” que poderão afetas a memória “de um homem gigante como Hugo Chávez”.

Apesar disso a série não se propõe a ser uma biografia, mas sim um drama político e humano inspirado em fatos, combinados a ficção, com direito a romance, espionagem, traição e heroísmo.

A parte chata? A TNT exibirá O Comandante sempre na  madrugada, de segunda a sexta, meia noite.

Quem é o rei do Spotify? Esqueça Justin Bieber, Drake e The Weeknd, agora é a vez de Ed Sheeran Emma Watson é feminista ou não é?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.