Tem muita gente aguardando a nova temporada de The Walking Dead, não é? E olha que faltando menos de um mês para a estreia, sabíamos muito pouco sobre o que poderíamos esperar do rumo da saga… Eis que sai a sinopse! Vou dividir de duas formas. A primeira mais genérica, e a segunda mais específica. Faço isso, porque tem gente ( como eu) que ainda não terminou as seis temporadas, e se quer conhece alguns dos personagens citados no texto. Então, vamos lá! De forma genérica podemos esperar:

Até este momento, nossos personagens sobreviveram a vários conflitos… Doença, fome, ataque zumbi, tragédia, traição e perdas inimagináveis. Passando por isso, eles se tornaram formidáveis. Poderosos. Invencíveis.

No começo da sétima temporada, este poder foi tomado deles. Eles encontraram segurança e estabilidade. Criaram um lar. Pensaram que o mundo era deles. Pensavam que conheciam o mundo. Eles estavam errados.

A primeira parte da sétima temporada mostrará nosso grupo fraturado, quebrado, enlutado, juntando seus pedaços enquanto sobrevivem sob o jugo da opressão.

O tema geral da temporada é recomeço. O mundo não é o que eles imaginavam. É maior e ainda mais perigoso.

Tá bom pra vocês? Me assusta esta parte final “O mundo não é o que eles imaginavam. É maior e ainda mais perigoso.” Mais perigoso? Caramba…

negan

Para quem está em cima do lance, tem uma diretriz mais específica ( SPOILER) já que a sexta temporada terminou mostrando que Negan usou Lucille (sua arma) para atingir uma vítima não revelada. E isso acaba mudando a relação deles com o grupo de sobreviventes de Rick Grimes, que se verão sob o controle de Negan e dos Salvadores.

Negan conseguirá ter os sobreviventes sob seu controle, brutalmente convencendo-os a viver sob as suas regras, dando um exemplo terrível do que acontecem a quem não o faz.

Outros personagens sequer imaginam o que aconteceu, e se separaram do grupo tanto por acidente como por escolha — eles aprenderão que não podem escapar deste novo mundo também. Esta metade da temporada é sobre estes personagens e seu recomeço.

The Walking Dead retorna com sua 7ª temporada em 23 de outubro, com exibição simultânea no Brasil pela FOX Action, às 23h30.

p7p9lzxbvwxeqgu4vkqv

PROBLEMAS NO PARAÍSO?

O cineasta Frank Darabont, que criou a série, está movendo um processo contra o canal pago americano AMC por lucros cessantes, fraude e quebra de contrato. Ele pede US$ 280 milhões em indenização.

É sempre bom lembrar que foi ele quem convenceu o autor de quadrinhos Robert Kirkman a ceder os diretos da historia e foi também quem peitou executivos da TV que não botavam fé na saga zumbi.

O canal AMC, mesmo que exibiu Mad Men, acabou convencido. Darabont escreveu, dirigiu e produziu o piloto. Escreveu outros dois episódios e ficou no pé da turma de forma incessante até a trama engatar, na segunda temporada. Além disso, foi ele quem também exigiu melhores condições de filmagens e maior orçamento para a produção… Briga que levou à sua demissão. Mas ele tinha razão: The Walking Dead era um dos maiores potenciais do canal e concretizou seu sucesso batendo recorde de maior audiência da TV paga nos Estados Unidos.

Já perceberam que Darabont é bom de briga, né? Pois ele alega que o AMC não está lhe repassando direitos referentes ao licenciamento da série para outros canais, inclusive emissoras afiliadas, previstos em uma cláusula de seu contrato original. O cineasta alega, por exemplo, que foi prejudicado financeiramente por ter trabalhado no desenvolvimento de toda a 2ª temporada e só receber até a data de sua demissão. O canal se defende alegando que ele já não estava presente nas gravações, e por isso não justificaria ter pago. E não se esqueçam, que tem até spin off da série original, Fear the Walking Dead. Alguns acreditam que mesmo nesse caso, Darabont poderia embolsar alguma coisa. 

Os livros de GoT em versão digital e cheios de extras Assinou! Lady Gaga no Super Bowl 2017! Quais serão os convidados especiais?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.