Kit Harington, 32 anos, ator que interpretou Jon Snow nas oito temporadas de Game of Thrones está internado em uma clínica de reabilitação em Connecticut, para se tratar de estresse e de consumo exagerado de álcool. O site Page Six conta que o britânico deu entrada no centro antes do lançamento do episódio final do seriado, exibido no dia 19 de maio. Um porta voz explicou que ele recorreu a ajuda psicológica e pratica meditação:

“Kit decidiu utilizar este intervalo em sua agenda como uma oportunidade de passar algum tempo em um centro de bem-estar para trabalhar em alguns problemas pessoais”

Um amigo revelou:

“Ele está na clínica principalmente por causa do estresse e do cansaço e também por causa do álcool”

E também teria dito que a esposa do ator, Rose Leslie, que também fez parte da série interpretando Ygritte, está apoiando o marido assim como os amigos próximos. A ideia é deixar que ele descanse e encontre paz e tranquilidade. O NY Post conta que o tratamento tem custo, em média, US$ 120 mil por mês.

A pressão sobre o elenco de GoT não é assunto novo. O próprio Harington falou em entrevistas sobre o quanto as exigências para se estar na série refletiram em sua saúde mental. Para a Variety, o ator contou do impacto da morte e ressuscitação do personagem durante a produção:

“Não foi um bom momento na minha vida”

No último domingo, a HBO lançou o documentário The Last Watch que mostra os bastidores da última temporada de Game of Thrones. Nas imagens, podemos constatar o elenco a flor da pele quando da leitura de momentos marcantes da temporada, como o desfecho de Jon Snow e Daenerys. Kit Harington, ao saber o que aconteceria caiu em lágrimas desacreditando. ( SPOILER NO VIDEO)

 

Recentemente, em entrevista para a revista New Yorker, Emilia Clarke, a poderosa Daenerys, revelou que sofreu dois aneurismas enquanto filmava a série.

View this post on Instagram

day 1 🐸 #tb

A post shared by Maisie Williams (@maisie_williams) on

Maisie Williams, a Arya, também falou sobre saúde mental X fama em entrevista para a CNN. Disse que sentia uma sobrecarga por conta das críticas e que teve uma baixa na autoestima e se sentiu deprimida durante os anos de produção:

“Você pode simplesmente entrar em um buraco de tristeza”

View this post on Instagram

Sista/soul m8

A post shared by Sophie Turner (@sophiet) on

Sophie Turner, a Sansa, também falou sobre a degradação de sua saúde mental durante as gravações da série, em entrevista ao podcast do apresentador americano Dr. Phill. A atriz contou que a ansiedade causada pelos trolls das redes sociais ficou tão grave, que ela chegava a evitar sair de casa para ver os amigos.

Os comentários negativo chegaram a impactar sobre seu peso e quando mais jovem, a fizeram pensar em suicídio:

“Talvez seja apenas uma obsessão estranha que eu costumava ter, mas sim, eu costumava pensar sobre isso. Mas eu não acho que eu chegaria a fazer alguma coisa.

Eu não tinha motivação para fazer nada e nem sair. Mesmo com meus melhores amigos, eu não queria vê-los, eu não queria sair para comer com eles.”

3 séries que misturam luto e humor Uma série para você ver ( Chernobyl) e uma para ignorar (Dilema)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.