Nesse sábado saiu o primeiro trailer da nova versão de Cavaleiros do Zodíaco. Agora, a personagem Andrômeda, antes um cara, é uma mina. No remake, Andrômeda, um dos Cavaleiros de Bronze, é do sexo feminino, mudança defendida pelos criadores da nova versão do anime.

O roteirista Eugene Son, chegou a postar mensagem no Twitter para defender a mudança, estranhada por alguns fãs.

“A maior questão: por que mudar Andrômeda? Essa é totalmente comigo. Quando começamos a desenvolver essa nova série atualizada, queríamos mudar pouca coisa. Os conceitos principais que fazem de Cavaleiros uma série tão amada são muito fortes. A maioria deles se sustenta mesmo 30 anos depois. Mas a única coisa que me deixava preocupado é: o Cavaleiros de Bronze que acompanham o Seiya são todos homens. A série sempre teve personagens femininas fortes, que reflete o enorme número de mulheres que são apaixonadas pelo mangá e anime.

Mas há 30 anos, ter um grupo de homens sem nenhuma mulher lutando para salvar o mundo não era uma questão. Esse era o padrão. Hoje o mundo mudou. Homens e mulheres trabalhando lado a lado são o padrão. Estamos acostumados a ver isso. Certos ou errados, o público poderia interpretar uma equipe completamente masculina como uma mensagem passada por nós. E talvez 30 anos ver mulheres lutando entre si não era algo. Mas hoje não é o mesmo.”

Os Cavaleiros do Zodíaco estreia na Netflix entre junho e setembro do ano que vem. Estamos falando de uma das maiores franquias de animação do mundo, com uma receita total de mais de US$ 1,1 bilhão desde 1986. O mangá original já vendeu mais de 35 milhões de cópias no mundo.

João de Deus... Entenda o sucesso do hit Shape of You, de Ed Sheeran

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.