Um ano e quatro meses depois de sumir, Tiago Iorc volta e apresenta de surpresa um novo álbum de inéditas! Lembram de quando o xxxovem brasiliense de 33 anos, todo bem sucedido apagou as redes sociais?

“Preciso me ausentar dessa vida instagrâmica que nos consome para descobrir novos medos”

 

Dizem que ficou em Los Angeles, nos Estados Unidos. E pelo visto, em algum momento se manteve bastante ocupado fazendo música. O Instagram voltou: tem apenas uma foto e 3 milhões de seguidores. O álbum, intitulado Reconstrução, soma não só 13 faixas inéditas, mas também clipes que contam a história de um casal, desde o momento em que se conhecem , aos bons momentos e seguindo até a fase de desgaste e fim.

O retrato do cantor é também a capa do álbum. Sim, temos canções pessoais, violão e o estilo Iorc que conquistou os jovens nos anteriores Umbilical (2011), Zezki (2013) e Troco likes (2015). Reconstrução faz referência á faixa Construção, de Chico Buarque. Se Chico encerrava seus versos com palavras proparoxítonas, Iorc fecha os seus com oxítonas, usando a faixa de metáfora para sua decisão de dar um tempo da fama:

“Ela era só uma menina/ Ninguém notou a sua depressão/ Seguiu o bando a deslizar a mão/ Para assegurar uma curtida”.

Os clipes contam presença da atriz Michele Alves, que é o par do cantor em cenas que mostram o andamento de uma relacionamento. Cenas quentes? Temos. Especulações sobre um namoro entre dois? Também temos.

View this post on Instagram

01

A post shared by Michele Alves (@miaalvescz) on

A garota maranhense, de 21 anos, falou ao Extra sobre ser o trabalho que a lançou como musa do cantor:

“Adorei ter sido chamada, me acrescentou muito profissionalmente e pessoalmente. Me deixou muito satisfeita e muito grata. No início, senti um pouco de vergonha, porque foi meu primeiro trabalho assim, mas depois foi tranquilo.”

Na internet também muitos comentários engraçados sobre a volta:

 

https://twitter.com/otaviano/status/1125094517592535040

 

 

RIP Peter Mayhew <3 Chewie Ilha das Flores, nosso melhor curta-metragem de todos os tempos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.