É o 20º título da escola de samba que levou para a avenida o enredo História pra ninar gente grande, assinado pelo carnavalesco Leandro Vieira. Durante a apuração, a Estação Primeira de Mangueira liderou a disputa de ponta a ponta, disputando pau a pau com a Viradouro nos primeiros três quesitos. A parti do quarto, alegorias e adereços, a Mangueira assumiu a primeira posição e liderou sozinha até o final da apuração. Muitas notas, DEZ, e apenas três décimos perdidos durante toda a apuração, notas mais baixas que foram descartadas na pontuação final.

https://twitter.com/Gres_Viradouro/status/1103406197540089870

A grande campeã do carnaval 2019 contou a história alternativa do Brasil, com destaque para heróis da resistência, negros e índios, em vez dos personagens conhecidos nas páginas de livros escolares. Fechou seu desfile com uma bandeira do Brasil com as cores da escola, verde rosa, que ao invés da frase Ordem e Progresso, estampava “índios, negros e pobres”. Foram recontadas batalhas entre índios e portugueses, nas quais tribos acabaram dizimadas. Exaltados personagens como Chico da Matilde, um jangadeiro negro que lutou para impedir o embarque de escravos no Ceará.

Ainda entre os destaques do desfile, o segundo carro alegórico, que trazia uma releitura do Monumento às Bandeiras, aqui de São Paulo. A obra que homenageia os bandeirantes, apareceu manchada de sangue, em referência à violência com que esses exploraram o Brasil. diversas alas davam destaque às rebeliões e fugas de escravos, e o samba fala de Marielle Franco, vereadora do PSOL morta a tiros em março do ano passado, representadas por Mônica Benício, viúva de Marielle, o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) e o vereador Tarcísio Motta (PSOL), que  desfilaram à frente da última ala da escola.

Este é o segundo título do carnavalesco Leandro Vieira, que também venceu em  2016 pela Mangueira com a homenagem a cantora Maria Bethânia. O carnavalesco mandou um recado para o presidente do Brasil:

“Esses homens e essas mulheres aqui são os heróis do meu enredo, que merecem sempre ser exaltados. Aqui mora o que tem de melhor nesse país. E o que tem de melhor nesse país faz essa festa que o mundo todo aplaude”

“É um recado político para o país todo, que tem que entender que isso aqui é importante. É um recado político também para o presidente mostrar que o carnaval é isso aqui. O carnaval é a festa do povo. O carnaval é cultura popular. O carnaval não é o que ele acha que é. O carnaval é isso. E ele deveria mostrar para o mundo o carnaval da Mangueira. O carnaval da arte, o carnaval da luta, o carnaval do povo, o carnaval da cultura popular.”

 

 

Bruna Marquezine sai do Instagram ( por enquanto) Cineminha? Capitã Marvel vocês já sabem, mas tem um nacional bastante interessante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.