A imagem de Leiliane rodou o Brasil. A vendedora de 29 anos foi filmada socorrendo o motorista do caminhão envolvido no acidente com o helicóptero onde estava o jornalista Ricardo Boechat. Enquanto muitos apenas se preocupavam em filmar o momento, Leiliane tentava resgatar o homem, preso dentro cabine do caminhão.

A ação desta mulher inspirou o artista Angelo France a fazer um desenho que caracteriza a jovem como uma verdeira Mulher Maravilha. A imagem viralizou na internet e foi entregue para ela. O repórter Glauco Araújo, do G1, intermediou a entrega do presente, e devolveu para o artista a resposta da homenageada:

A mãe de três filhos conversou com a imprensa e contou sobre seu desejo de ter feito mais. Ao Universa, em entrevista para Natália Eiras, Leiliane disse:

“Pelo amor de Deus. Eu fiz o mínimo, que foi ajudar uma pessoa que estava viva depois de um acidente”

Foi também através dessa matéria que soube de uma condição série pela qual passa Leiliane. Ela tem malformação arteriovenosa (MAV), chegou a ter uma convulsão no parto de sua filha mais nova e recentemente ficou um mês internada. Estava na fila do SUS para fazer a cirurgia intracraniana, operação que já havia sido desmarcada quatro vezes. Essa condição inclusive poderia ter causado um derrame pelo estresse e esforço que empenhou para ajudar no resgate.

Talvez também tocado por essa história, um médico médico neurocirurgião se ofereceu para fazer tanto o tratamento quanto a cirurgia que Leiliane necessita. Ela já teria inclusive comparecido em uma consulta com ele nesta quarta-feira. Saúde, Leiliane!

The Umbrella Academy: a série que você vai maratonar nesse final de semana Maju, e um sábado de representatividade na Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.