Os bons tempos de Joice Hasselmann (PSL-SP) com o governo Bolsonaro enfrentam turbulências mais agudas desde que o próprio presidente retirou-a da liderança do governo no Congresso, para entregar o cargo ao seu filho Eduardo Bolsonaro. Ontem, a deputada subiu à tribuna da Câmara dos Deputados para não só relembrar sua trajetória, partindo da infância de filha de caminhoneiro, como para mais uma vez firmar sua posição de combate aos ataques virtuais que tem recebido desde então.

Contou ” que essa loirinha com cara de dondoca” entrou na política para fazer a diferença com coragem. Falou sobre ser de direita, conservadora nos costumes, evangélica e judia. Falou sobre ameaças de morte, recontou a história da cabeça de um bicho, recebida com um bilhete de que a próxima cabeça decepada seria a dela, no ano passado. Falou sobre uma “gangue virtual” que comanda “um massacre público” contra ela no “submundo da internet”. Disse que não vai dobrar a espinha, não tem medo de marmanjo:

Joice se emocionou ao contar sobre ameças à vida dos filhos, e perguntas feitas por u dos meninos:

“Mãe, por que estão chamando a senhora de porca na internet? Por que estão chamando a senhora de pig? Não foi a senhora que ajudou tanto esse governo? — afirmou Joice, chorando. — Vou dizer a vocês que essas lágrimas não são por mim porque minha história é de uma guerreira, mas meu filho de 11 anos recebendo montagens minhas, com meu rosto e o corpo de uma prostituta, com o meu rosto e um corpo deformado nu, isso não vou admitir.”

Houve referência à família Bolsonaro, quando Joice afirmou que “não vai ter homem, com mandato ou sem mandato, deputado, senador ou presidente, seja o que for, que vai fazer isso com a minha família”.

A deputada disse que está acionando muitos na justiça, e que quer descobrir quem são os covardes por trás dos perfis fake. Disse que os que se dizem de direita estão fazendo pior do que qualquer fake de news de esquerda foi feito. Falou sobre a campanha que fez para conquistar o voto feminino para o presidente Jair Bolsonaro, e que segue querendo que o governo dê certo. A deputada voltou a dizer que vai entrar com uma representação contra o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e que acionou a Justiça contra o filho do presidente.

 

Ferramenta da Netflix permite que usuários acelerem episódios. Queremos? Cineminha? Parasita, filme novo de Cate Blanchett e a continuação de O Iluminado

One thought on “Joice Hasselmann chora ao falar dos filhos na Câmara dos Deputados”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.