O resultado numérico das eleições no Uruguai foi adiado. Com 100% das urnas apuradas à 1h27 deste domingo (24), o candidato de oposição Luis Lacalle Pou aparece com 48,7% dos votos válidos contra 47,5% do governista Daniel Martínez. A diferença, mesmo que pequena sobre o candidato Daniel Martínez, da Frente Ampla, dá quase que como certa a vitória da direita.

O resultado final deve ser homologado na quinta ou no máximo sexta, 29. Neste tempo serão contabilizados os 38 mil “votos observados” que são de pessoas que votaram fora de suas zonas eleitorais, idosos e eleitores com necessidades especiais. Esses votos necessitam de checagem especial de dados, e por isso levam mais tempo na apuração. Para reverter o resultado da vitória de Pou, o candidato de esquerda teria de contar com pelo menos 90% desses votos. Improvável.

Luis Lacalle Pou, filho do ex-presidente Luis Alberto Lacalle, que governou o Uruguai entre 1990 e 1995, e senador de centro-direita, do Partido Nacional (PN) foi candidato em 2014 na eleição presidencial que elegeu o atual presidente, Tabaré Vázquez. Agora está prestes a desbancar o ex-prefeito de Montevidéu Daniel Martínez, da Frente Ampla, que há 15 anos governa o país. Atualmente, em segundo mandato, temos Tabaré Vázquez, que já havia sido chefe de estado de 2006 a 2010 e  José Mujica, presidente de 2011 a 2015.

O balanço do resultado das eleições é de que houve desgaste de apoio para a Frente Ampla, pelo tempo no poder, gerando desejo de mudança. indicativos quanto ao aumento da violência, sensação de insegurança também foram apontados. Desemprego, economia estancada, e outros fatores também foram apontados com fatores para a derrota da esquerda.

Decisão do STF repercute no Twitter O último adeus para Gugu Liberato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.