Neste domingo, vídeo compartilhado pelo presidente Jair Bolsonaro mostrando uma aluna questionando uma professora sobre críticas que teriam sido feitas por ela ao governo, ao projeto Escola sem Partido e a Olavo de Carvalho polemizou na internet.

Carlos Bolsonaro, também deu RT em um vídeo que já havia corrido a internet, de uma outra situação na qual um professor exaltado está criticando Bolsonaro.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub declarou ontem que filmar professores em sala de aula é um direito dos alunos, e que ainda irá analisar os conteúdos dos vídeos para saber se alguma irregularidade foi cometida.

“Não incentivo ninguém a filmar uma conversa na rua, mas as pessoas têm o direito de filmar. Isso é liberdade individual de cada um. Vou olhar os casos com calma. Não faremos nada de supetão”

“Pelo que me foi descrito, o dinheiro do contribuinte não estava sendo gasto da melhor forma. Se eu tivesse pagando por uma aula dessas, eu me sentiria lesado. Agora, vamos olhar com calma e analisar dentro da lei o que pode ser feito, respeitando professores, alunos e pagadores de impostos”

O vídeo tuitado pelo presidente foi filmado Thamires de Paula, que se define no Twitter como Ativista Politicamente Incorreta, Co-fundadora do DIREITA ITAPEVA e Secretária Geral PSL Itapeva. As imagens foram elogiadas pelo próprio Olavo:

 

 

 

 

Morte e indignação encerram a SPFW RIP Carol Bittencourt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.