O período do verão é conhecido pelas fortes pancadas de chuvas. Nessa época, é recomendado dobrar a atenção para evitar o entupimento da rede coletora e o retorno do esgoto pra dentro dos imóveis. Medidas simples, como não jogar lixo no vaso sanitário ou óleo de fritura na pia da cozinha são algumas das ações que já fazem diferença.

Além disso, é importante que cada morador verifique se os ralos e calhas de cada enviam a água da chuva para a galeria pluvial – caso elas estejam conectadas à rede de esgoto, podem fazer com que os rejeitos voltem para dentro das residências. No Brasil, é proibido por lei lançar água pluvial nos ramais de esgotos. No Estado de São Paulo, o decreto 5.916/75 determina a regra. Por isso, é necessário que os imóveis tenham duas saídas: a de esgoto, que recolhe os resíduos do vaso sanitário, chuveiro, pias e tanque e é uma tubulação de menor porte, já que esse volume não costuma sofrer grandes variações; e a saída pluvial, maior, que reúne a chuva e a água de lavagem que escoa por ralos e calhas. Os tubos devem ser separados para que o esgoto seja enviado para tratamento e para que as águas pluviais sejam encaminhadas para córregos, rios ou piscinões.

No entanto, alguns imóveis possuem apenas uma única saída, o que faz com que a água da chuva seja jogada irregularmente na rede coletora de esgoto. Em época de temporais, como o volume é muito grande, os coletores não conseguem dar vazão, provocando vazamento de esgoto nas ruas ou até dentro das casas. Da mesma forma, a caixa de inspeção do esgoto não deve ser aberta para escoar água da chuva.

Por fim, vale ressaltar ainda que restos de comida, bitucas de cigarro, fio dental, absorventes, preservativos e demais itens similares não devem ser descartados pelo vaso sanitário – essa prática entope a rede. Antes de lavar a louça, é importante limpar os restos com uma esponja e jogá-los diretamente no lixo.

O uso correto da rede coletora de esgoto protege a saúde e o bem-estar da população, além de contribuir para o meio ambiente. O serviço pode ser solicitado diretamente pelos moradores, sendo que a primeira ligação para imóveis residenciais é gratuita, ou ainda pelas agências de atendimento. O telefone do Disque Sabesp é 0800-0119911 e há ainda a opção da agência virtual, no site da Companhia.

 

* Com informações da Sabesp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *