A marca Scotch-Brite, em parceria com a TerraCycle, empresa global de soluções de resíduos de difícil reciclabilidade, criou o Programa Nacional de Reciclagem de Esponjas – o objetivo é proporcionar um destino adequado para as esponjas de limpeza de uso doméstico usadas e ainda oferecer aos participantes oportunidade de arrecadar dinheiro com o projeto.

A participação é gratuita, não há taxa de inscrição e o envio das remessas é pago pela TerraCycle. O primeiro passo é cadastrar, no site do Programa, seu time de coleta – pode ser uma escola, organização ou empresa, por exemplo – e, em seguida, indicar um representante com mais de 13 anos para ser o responsável pelo cadastro. O próximo passo é coletar o máximo de esponjas de uso doméstico e suas respectivas embalagens – são válidos produtos de todas as marcas. A TerraCycle aceita remessas de diversos tamanhos, mas para garantir que os pontos sejam computados no Programa é necessário atingir o peso mínimo de dois quilos – cada unidade equivale a 8.5 gramas. É indicado ainda enviar remessas maiores (mantendo o peso máximo nos 30 quilos) para reduzir a pegada de carbono. Usar caixas reutilizadas também é uma recomendação importante.

Para realizar o envio do material, basta imprimir uma etiqueta pré-paga, que é adquirida de forma gratuita. O passo a passo para solicitar a etiqueta é: acessar sua conta no site do Programa, clicar em “Envie seu resíduo” e selecionar a opção “Solicitar etiquetas”. A mesma etiqueta não pode ser copiada e nem impressa mais de uma vez. Por fim, a caixa deve ser fechada e, com a etiqueta colada, entregue em uma agência dos Correios. Caixas com logotipos e propagandas não são aceitas no envio.

Para que as esponjas possam ser recicladas, é preciso checar que elas não contenham nenhum resto de alimento ou resíduo. E, se elas forem lavadas antes do envio, só podem ser armazenadas depois que estiverem completamente secas.

Para cada 8.5 gramas de resíduo enviado – ou seja, uma unidade em média – o time de coleta recebe 2 pontos TerraCycle, que equivalem a R$0,02 e poderão ser revertidos em doações para uma entidade sem fins lucrativos ou escola da escolha do representante do time.

Para onde vai o material coletado?

Todo o material coletado passa pelo processo de reciclagem, que inclui etapas como separação, moagem, micronização e extrusão. Os resíduos são transformados em uma nova matéria-prima, chamada Pellet, que é usada na produção de objetos como bancos e lixeiras.

Até hoje, o Programa já contou com a participação de 5859 times, coletou 1.631.168 unidades e arrecadou cerca de R$40.700.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *