Quando falamos em lixo orgânico, normalmente o associamos a todo tipo de lixo doméstico e restos de alimento. Mas o conceito é ainda mais amplo e esse tipo de lixo pode ser dividido em quatro categorias diferentes – essa divisão é relevante e deve ser levada em conta para que cada um tenha a destinação mais adequada.

O primeiro, e mais óbvio, se refere aos restos de alimentos. Aqui, entra de tudo: cascas, caroços e sementes de frutas, ossos de carnes, casca de ovo, farelos de pão e pó de café, por exemplo. Para esse tipo de resíduo, o descarte mais adequado é a compostagem.

As plantas também configuram um tipo de lixo orgânico, o chamado lixo verde – o conceito engloba troncos, galhos e cascas de árvores, mas também os “restos” de plantas que temos em casa, como folhas e flores secas. Todo esse material pode ser depositado na composteira junto aos restos de alimento, mas vale mencionar outras utilidades para ele, como preparação de adubos orgânicos, confecção de artesanatos e objetos de decoração e fabricação de papel reciclado. No caso dos itens maiores, como os troncos das árvores, uma opção de reutilização é a produção de móveis.

A terceira categoria abrange o lixo gerado a partir de hábitos de limpeza pessoal, como papel higiênico, cotonete, escovas de dente, absorventes, fraldas e guardanapos, por exemplo. Nenhum desses itens deve ser reutilizado. Aqui, é importante ficar atento para a real necessidade de produzir todo esse lixo. Cotonetes e escovas de dente de plástico podem ser substituídos por versões feitas de bambu, por exemplo, que são menos agressivas ao meio ambiente.

Já as fraldas descartáveis podem ser trocadas pelas de pano, que são reutilizáveis e duram bastante tempo, e os absorventes podem dar lugar a outros objetos com o mesmo fim, como o coletor menstrual.

Por fim, estão os dejetos. Embora a maior parte desse lixo seja corretamente destinada ao tratamento de esgoto, ainda existe muita gente ao redor do mundo sem acesso ao saneamento básico e a banheiros comuns, o que faz com que esse resíduo seja descartado na natureza e contamine o ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *