Em abril deste ano, o Decreto “Noronha Plástico Zero”, iniciativa inédita no Brasil a partir da qual a Ilha de Fernando de Noronha passou a proibir a entrada, o uso e a comercialização de itens descartáveis plásticos, foi colocado em prática. Meses depois, o Governo do Estado e a Administração da Ilha ganharam um reforço para essa jornada sustentável: após acordos com as empresas de impacto Menos 1 Lixo e Iönica, o Grupo Heineken, segunda maior cervejaria do país, também entrou como parceiro do projeto.

Entre as ações que a iniciativa prevê, estão a instalação de um centro de engajamento em ponto estratégico da Ilha, que centrará atividades educativas, como a formação de líderes locais multiplicadores e a distribuição de kits com itens reutilizáveis para os moradores e turistas, já que estes não têm mais acesso a copos, canudos e plásticos descartáveis. Em nota, Guilherme Rocha, administrador da Ilha, conta que a iniciativa contempla ainda a melhoria do sistema de coleta e beneficiamento do vidro consumido e descartado na região – que já possui um sistema de moagem e doação de pó de vidro para substituição da areia na construção civil – contribuindo ainda mais para a preservação do meio ambiente local.

A Ilha de Fernando de Noronha recebe mais de 100 mil turistas a cada ano – por isso, a ideia é engajar especialmente esse público, para além, é claro, da comunidade local, que desde janeiro tem sido impactada por ações de comunicação e participado de atividades pedagógicas focadas em educação ambiental.

O Decreto Noronha Plástico Zero refere-se a produtos como garrafas de bebidas abaixo de 500ml, canudos, copos, talheres e sacolas de supermercado, além de isopor e demais objetos compostos por materiais como polietilenos, polipropilenos e similares. Assinado pelo administrador da Ilha, o decreto vale para bares, restaurantes, quiosques, ambulantes, hotéis, embarcações e pousadas, entre outros estabelecimentos comerciais, e também para os cerca de 3,5 mil moradores de Noronha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *