Promovido há 18 anos consecutivos pela World Toilet Organization (WTO), o maior evento de saneamento do mundo, o World Tiolet Summit, será realizado no Brasil entre os dias 17 e 19 de novembro. A edição em solo nacional, que será recebida pelo Hotel Renaissance, em São Paulo, marca a primeira vez do evento na América Latina.

O último dia da feira – 19 de novembro – é conhecido como o Dia Mundial do Banheiro, comemorado pelas Nações Unidas em todo o mundo. A data quer chamar a atenção para o fato de que, atualmente, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Unicef, mais de um bilhão de pessoas não têm acesso a um banheiro sequer. O Brasil, por sua vez, também apresenta indicadores alarmantes de acesso à água tratada, coleta e tratamento de esgotos. Segundo os números oficiais do Governo Federal, aproximadamente 35 milhões de pessoas não têm acesso à água potável e quase 100 milhões ainda vivem em moradias sem acesso a saneamento.

Os dados ainda indicam que 46% do esgoto gerado é tratado, sendo o restante despejado diretamente na natureza degradando cada vez mais os recursos naturais e principalmente os corpos hídricos. Mesmo no Estado de São Paulo, o que mais investe em saneamento básico e que conta com melhores indicadores, ainda há desafios e avanços a serem realizados. Como em edições anteriores, o evento deverá receber autoridades de diversos países, formadores de opinião, especialistas internacionais, políticos, instituições internacionais e nacionais, além de membros da Organização das Nações Unidas (ONU).

A lista de palestrantes é extensa. Entre os destaques, estão Thadeu Abicalil, especialista sênior em água e saneamento no novo banco de desenvolvimento; Samuel Barreto, gerente de água na The Nature Conservancy; Eduardo Trani, subsecretário do meio ambiente; Mauricio Russomano, diretor de operações da Unipar; Édsion Carlos, presidente executivo do Instituto Trata Brasil; e Jack Sim, CEO da World Toilet Organization.

Já entre os temas dos painéis, estão “O papel da cooperação internacional nos desafios da água e esgoto”; “Drama da falta de saneamento – Falta de acesso a banheiros e gênero”; “A falta de saneamento e os impactos no turismo e esporte”; “Despoluição dos rios e oceanos – experiência internacional e desafios no Brasil”; As consequências da falta de saneamento e banheiro público para a saúde pública; entre outros.

As inscrições para participar ainda estão abertas no site oficial do evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *