Cerca de mil escolas brasileiras têm direito a receber recursos via Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) Água em 2019. Por meio da iniciativa do Fundo Nacional de Desenvolvimento de Educação, o FNDE, vinculado ao Ministério da Educação, o Governo destina dinheiro para unidades escolares que não têm água em suas instalações. Neste ano, o valor que o programa possui é de aproximadamente R$15 milhões.

Os colégios que quiserem ter acesso ao recurso precisam acessar um formulário online, preenchendo ali o chamado Plano de Aplicação. A Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação, a Semesp, do MEC, vai manter o canal aberto até o dia 11 de novembro, segunda-feira da próxima semana. Existe ainda um e-mail para tirar dúvidas: pdde.agua@mec.gov.br.

O PDDE Água é um dos braços do Programa Dinheiro Direto na Escola que, desde 1995, presta assistência financeira às escolas e contribui, assim, para a manutenção e melhoria da infraestrutura física e pedagógica. O PDDE Água é voltado exclusivamente às escolas públicas municipais, estaduais e distrital que já informaram anteriormente no Censo Escolas a falta de água em suas dependências – de acordo com o Censo mais recente, de 2018, pouco mais de três mil escolas brasileiras estão nesta situação, sendo que destas, cerca de mil estão elegíveis para receber os recursos do PDDE para sanar o problema. Isto porque as escolas precisam ter uma Unidade Executora Própria para participar do programa.

O valor que cada escola recebe depende do número de alunos matriculados e pode ser aplicado em custeio ou capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *