A enorme produção de lixo no Brasil é um problema alarmante. Segundo dados da Abrelpe (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais), cada brasileiro gera, por dia, uma média de 1 quilo e 35 gramas de lixo – são 78 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos ao ano. Obviamente, as cidades não têm espaços para armazenar tanto lixo assim. Isso sem falar que a reciclagem, infelizmente, ainda não é uma prática adotada pela maioria da população.

Por isso, listamos aqui cinco maneiras fáceis de reduzir a sua produção de lixo diária. Acompanhe:

1. Você precisa mesmo de tanto papel?
Imprimir a ata da reunião, anotar lembretes em post-its, pedir a segunda via do cartão e a nota fiscal impressa… Nossa rotina é cheia de usos de papel desnecessários. Graças à tecnologia, a maioria das coisas citadas acima podem ser feitas online. Até revistas e jornais já são comercializados via internet. Então dá próxima vez que for usar um papel, repense na real necessidade de fazê-lo!

2. Aposte nos produtos tipo refil
Hoje em dia, a maioria dos produtos de limpeza para casa e de higiene e cuidados pessoais são comercializados em opções de refil. Ou seja: você só compra a embalagem uma vez e, à medida que o produto acaba, vai completando, usando apenas refil. Isso vale também para a área de alimentação. Que tal comprar mais em lojas de produtos a granel? Assim você leva seu próprio pote, compra apenas a quantidade desejada – evitando também o desperdício de alimentos! – e não produz esse lixo adicional em casa.

3. Faça compostagem!
Como dito acima, muitas vezes acabamos desperdiçando uma quantidade grande de alimentos. Ou porque compramos mais do que deveríamos, ou porque fez muito calor e determinada comida estragou… Isso sem falar nas partes que não utilizamos dos alimentos e que, na verdade, podem ser consumidas normalmente – é o caso de talos e folhas de legumes e verduras, por exemplo. Um caminho para não jogar tudo isso fora e, assim, produzir lixo, é a compostagem, que consiste na reutilização dos resíduos orgânicos, transformando-os em adubo natural para plantas. Leia mais sobre o assunto aqui.

4. Não compre descartáveis
É claro que ninguém gosta de ficar horas lavando a louça depois de dar uma festa em casa, mas pense na quantidade de lixo que copos, pratos e talheres de plástico representam. Mesmo que você considere destinar os itens à reciclagem, o melhor seria mesmo nem comprá-los. Hoje em dia, não há mais necessidade de investir nesse tipo de produto, que é totalmente inimigo do meio ambiente.

5. Pense em novos usos para as suas coisas
Aquele saquinho de chá que você tomou pode servir como um excelente pesticida para afastar as pragas das plantas do seu jardim. Aquela calça que você enjoou pode ser customizada e virar um short. A garrafa de vinho pode virar um lindo vaso de flor. O pote de geleia pode virar um porta-trecos simples e eficaz. A caixa de sapato pode armazenar documentos que você não pode perder. Enfim, são inúmeras as possibilidades de reutilizar itens comuns do nosso dia a dia. Lembre-se disso na próxima vez que for jogar algo fora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *