As latas coloridas destinadas à coleta seletiva de lixo reciclável são bem conhecidas. Espalhadas por locais públicos da cidade – como parques, shoppings e ruas – e também em endereços privados – como empresas e prédios residenciais – elas são pintadas de cores diferentes para facilitar a identificação e a separação correta dos materiais que devem ir em cada uma delas.

Mas para além das quatro latas mais conhecidas – azul para papéis, vermelho para plásticos, verde para vidros e amarelo para metais – há ainda outras opções que também são divididas por cor para garantir a destinação correta dos produtos.

Conheça a lista completa aqui:

Azul – Papel – sulfite, papelão, cartolinas, almaço;

Amarelo – Metal – latinhas de metal como as de refrigerante e cerveja, latinhas de aço como as de atum e molhos, arames, pregos, parafusos, tampas, panelas sem cabo, tampinhas de garrafa;

Vermelho – Plástico – embalagens de alimentos, de produtos de beleza, de limpeza, garrafa PET;

Verde – Vidro – garrafas, vasos, vidros de perfume, copos, vidros de janela, frascos em geral;

Marrom – Orgânicos – restos de alimento como cascas de frutas e de ovos, sementes, grãos, talos;

Cinza – Não-reciclável – lixos cuja separação não é possível ou que estejam contaminados de alguma maneira;

Preto – Madeira – pedaços de móveis, lápis, porta-retratos, caixas;

Laranja – Resíduos perigosos – pilhas e baterias;

Branco – Resíduos hospitalares e de serviços de saúde – luvas, agulhas, seringas, frascos de substâncias químicas;

Roxo – Lixo radioativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *