Já está em cartaz no Museu Catavento, localizado na região central da cidade de São Paulo, a instalação “Embalagens, resíduos e reciclagem”, mostra permanente que tem como objetivo ilustrar a função e a importância das embalagens no mundo moderno e chamar a atenção da população para a quantidade de resíduos que produzimos diariamente.

A ideia é que o público aprenda, por meio da visita, qual o seu papel na diminuição dessa produção de lixo, que é tão grande especialmente no Brasil e ainda mais em São Paulo. Entre as atrações da exposição, o destaque fica por conta de uma mini-fábrica de reciclagem que mostra na prática como se dá a transformação das embalagens do tipo “longa-vida” em novos produtos. Ali, os visitantes têm acesso a dados alarmantes a respeito do atual cenário de reciclagem no país: segundo a Abrelpe, Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, de todo o lixo produzido no Brasil somente uma média de 3% é efetivamente reciclada. E no Estado de São Paulo, por exemplo, o descarte inadequado de resíduos causa prejuízos de até R$420 milhões ao ano.

A instalação é fixa e aberta à visitação de terça a domingo, das 9h às 17h – a bilheteria fecha às 16h. Os ingressos custam R$10 com meia entrada para estudantes, idosos e pessoas com deficiência e às terças a entrada é franca. O passeio é recomendado para crianças acima dos sete anos.

O Museu Catavento é uma instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo. A exposição permanente “Embalagens, resíduos e reciclagem” é uma parceria com a Tetra Pak, empresa global de soluções para processamento e envase de alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *