Pular para o conteúdo

Necessidade de criar ídolos é perigosa demais.

Evidentemente por interesses comerciais , estamos acompanhando uma necessidade incrível de se criar novos ídolos. Me lembro quando Senna morreu, o desespero para se arrumar um substituto e Barrichello acabou pagando um bom preço por isso. Depois veio Massa, e também não deu certo. A bola da vez é Neymar, e acho que o garoto nào pode ser o protagonista na copa de 2014, pois vai jogar uma Copa do mundo pela primeira vez. Estão tentando impor o MMA, e ídolos sazonais sendo criados. Lamento demais que interesses comerciais sempre acabam prevalencendo, e com isso etapas são queimadas, e promessas acabam se perdendo no meio do caminho. Vamos aguardar, mas acho que estou correto.