Com a volta às aulas, muitos pais precisam se programar e pensar na alimentação dos filhos. Montar uma lancheira saudável nem sempre é fácil.

Especialistas indicam que os refrigerantes, bolos, doces e frituras, ricos em açúcar e gordura devem ser substituídos por alimentos mais saudáveis, ricos em nutrientes, para manter a disposição durante a aula e a concentração nos estudos.

De acordo com a nutricionista Fernanda Maniero Banevicius, um bom lanche entre as refeições, principalmente no intervalo entre as aulas, garante o bom funcionamento do metabolismo, da digestão e a absorção dos nutrientes.

A especialista alerta que os lanches devem conter pelo menos um alimento rico em proteínas, um alimento rico em carboidratos e um alimento de origem vegetal, podendo ser frutas, verduras ou legumes. Os lanches intermediários da manhã e tarde devem suprir de 10% a 15 % das necessidades nutricionais diárias, variando conforme o consumo alimentar nas demais refeições principais.

“As pessoas costumam achar que o lanche não tem tanta importância. Mas as crianças que ficam na escola em período integral, por exemplo, levam dois lanches de casa: o da manhã e o da tarde. E, como qualquer refeição intermediária, esse lanche é importante na alimentação dessa criança”, destaca.

O Ministério da Saúde divulgou recentemente que o brasileiro atingiu o maior nível de obesidade dos últimos 13 anos. A pesquisa mostra que número de obesos no país aumentou 67,8% entre 2006 e 2018. Os dados também apontaram que o crescimento da obesidade foi maior entre os adultos de 25 a 34 anos e 35 a 44 anos, com 84,2% e 81,1%, respectivamente. Apesar de o excesso de peso ser mais comum entre os homens, em 2018, as mulheres apresentaram obesidade ligeiramente maior, com 20,7%, em relação aos homens, 18,7%. O país tem uma média de 33,5% de crianças acima do peso e 14,3% com obesidade.

Para evitar o aumento desses números, uma alimentação saudável desde a infância é de extrema importância. “A alimentação da criança na fase escolar deve ser bem cuidadosa para que problemas como diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares sejam evitados no futuro”, conclui.

Exemplos de lancheiras saudáveis:

1 – 200 ml de bebida à base de soja sabor chocolate; 1 bisnaguinha com creme vegetal; 1 banana maçã.

2 – 180 ml de bebida láctea sabor pêssego; 4 biscoitos tipo cream-cracker; 1 ameixa vermelha.

3 – 1 caixinha de água de coco, 2 fatias de pão de forma integral; 1 colher de sopa de patê de ricota temperada; 1 fatia de melancia cortada em cubinhos.

Paty Moraes Nobre

https://jovempan.uol.com.br/guiasp

Jornalista e agitadora cultural, atuou como repórter em rádios como Jovem Pan e Band, videorrepórter na TV Cultura, editora de notícias, lifestyle, TV e Cultura nas empresas Globo.com, Editora Globo, Caras e Portal iG. Casada e mãe, escreve sobre gastronomia no Portal UOL, é colunista da Exame Vip, da Editora Abril, e coordenadora das plataformas Mulheres da Pan e Revista Guia SP, da Jovem Pan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *