Demorou para você cair em si e realizar que essa pessoa não ama ninguém além dela mesma.

Logo quando se conheceram, você notou algo no jeito de falar, na forma que se referia a si próprio, mas ao mesmo tempo, você via tanto empenho em te agradar, impressionar, surpreender, sem falar naquele charme indescritível, que só com o tempo a máscara foi caindo e você foi percebendo que tudo aquilo fazia parte do seu arsenal de conquista.

No início do romance com um(a) narcisista, ele demonstrará o maior amor do mundo, será como ter encontrado sua cara metade, ele(a) saberá exatamente o que e como falar as coisas mais lindas e deliciosas desse mundo! Fará gestos inusitados e grandiosos, o que for preciso para ser um marco na sua vida e te encantar de fato.

Depois disso, estabelecido território contigo e aproveitando da sua vulnerabilidade e entrega, vai experimentando pouco a pouco o controle e com o poder de manipulação que têm, facilmente te provocará o sentimento de culpa e a sensação de que nunca é o bastante.

Até porque minha gente, um(a) narcisista jamais erra e sempre tem razão, né?

Por mais absurdo que isso possa soar, essa é uma certeza para essa personalidade e nem preciso dizer o quanto os atritos e discussões se tornam enlouquecedoras com alguém que nunca dá o braço a torcer e possui uma lábia fora de série para distorcer fatos e inverter o jogo.

O(a) narcisista não enxerga além do próprio umbigo, seus problemas e interesses são sempre os temas mais relevantes, assim como a preocupação com sua imagem e o quanto é aceito e querido pelo mundo lá fora.

Se você que convive com ele, estiver passando apuros, sufoco ou precisar desabafar e para tanto não houver qualquer ganho secundário dele(a), esquece!!! Vai falar sozinha(o) e se bobear ainda levará aquela invertida por estar atrapalhando algo, pesando o ambiente ou sugando a energia.

Enfim, se você se vê só, mesmo acompanhada(o), não se sente considerada(o), ouvida(o), constata seus desejos reprovados e necessidades sufocadas, se ele(a) se preocupa mais com a impressão que passa para os outros do que com o que é para você, bem provável que esteja se relacionando com um(a) narcisista.

Por Pamela Magalhães

 

 

Pamela Magalhães

https://pamelamagalhaes.com.br/

Psicológa especializada em relacionamento e apresentadora do podcast Coração Peludo