Talvez, você seja uma pessoa ressentida e não saiba disso. Pode ser que alguma situação vivida, tenha te magoado muito e até hoje, não tenha sido superada.

Quem sabe um abandono, traição, injustiça, rejeição, algo difícil e muito dolorido aconteceu na sua história e frequentemente esse episódio volta à sua mente, vem à tona em diversos momentos do seu dia a dia, despertando raiva, dor, angústia, tristeza e uma série de outros sentimentos negativos que só contribuem para envenenar sua percepção de si mesmo e do todo.

Ressentimentos são emoções ruminadas por nós e continuamente relembradas, independente do tempo que tenha passado. Há quem esteja magoado há anos com alguém e vire e mexe fala e/ou pensa nessa pessoa com raiva, mantendo um vínculo eterno de ódio com essa pessoa, independente dela fazer parte ou não mais da sua vida. Para o cérebro, basta você relembrar para que toda a situação seja revivida, isso significa todo aquele arsenal de sentimentos negativos e pesados, sendo revividos continuamente. Já pensou no desgaste?

Nós não conseguimos voltar ao passado ou apagar algo que tenha ocorrido nele, mas sempre será possível olharmos atentamente para nossas feridas, evitando aprofundá-las e buscando novos significados para cada expectativa frustrada, falta cometida, falha, erro e dor que tenha nos impactado tanto.

Não se trata de minimizar os fatos, mas olhá-los com a percepção do adulto que somos agora, encontrando um meio de trazer algum conforto para esses sentimentos permanentes e desorientados que se tornam ressentimentos tão pesados assombrando nossas vidas.

Nos apropriar da coparticipação que tivemos naquilo que muito nos atordoa, pode aliviar significativamente a sobrecarga que sustentamos no nosso mecanismo emocional de qualquer mágoa.

Nos perdoarmos e perdoarmos qualquer pessoa que tenha de algum modo nos decepcionado é um meio de pacificar nosso emocional e contribuir para a fluidez da nossa vida. Lembrando que perdoar não inclui permanecer com ninguém, mas desvincular do que nada mais acrescenta ou significa.

Tire esse elefante das costas, pare de gastar energia com o que já foi, passou e está feito. Vire a página, mude o disco, desocupe a mente, esvazie o seu coração, dê espaço para bons pensamentos, outras experiências e novas sensações poderem chegar até você.

Por Pamela Magalhães

 

 

Pamela Magalhães

https://pamelamagalhaes.com.br/

Psicológa especializada em relacionamento e apresentadora do podcast Coração Peludo