Dizem que o tricô nasceu no Egito antigo, por volta 1200 A.C. Segundo a história, ele era feito por homens enquanto as mulheres produziam os fios. No final dos 1960 e início dos 1970, o tricô se popularizou no mercado da moda e, desde então, segue firme principalmente nas produções para os dias mais frios.
A produtora de moda Nara Manriquez aponta que o tricô está novamente em alta e deixou de ser coisa do passado, de ser considerado antigo ou brega.
“O tricô tem sido visto nos últimos anos como tendência a cada inverno que entra, e não é para menos que é a supertendência neste inverno 2019. É queridinho das famosas e um Must Have, que encanta pelas suas cores, texturas e tramas. É super elegante e tem uma grande variedade de modelos que podem ser feitos, desde suéteres, cardigans, capas, vestidos, acessórios e até bolsas são feitas com essas linhas, valorizando a peça por ser rica nos detalhes”, afirma.
A seguir, Nara Manriquez aponta as principais tendências do tricô para a moda outono/inverno 2019.

Tendência Maxi – modelos oversized 

Os modelos oversized têm um corte mais folgado e serão os mais vistos neste inverno. Peças volumosas, franjas, golas, tranças, rombos e listras. E, de acordo com Nara, aparecerão vários tons: os neons, os neutros, as cores vibrantes (colorblok) e os metalizados.

View this post on Instagram

Monday, here we go! 💯💪 #ootd @styledbysabine

A post shared by WAK 🐑✌🏻 (@weareknitters) on

Cru

Um modelo super boho chic, fica lindo com acessórios grandes como penas, franjas ou moedas, indica a especialista.

Cores da estação

O rosa ameixa, o cinza, o creme e o marfim estão em alta, garante Nara.

Paty Moraes Nobre

https://jovempan.uol.com.br/guiasp

Jornalista e agitadora cultural, atuou como repórter em rádios como Jovem Pan e Band, videorrepórter na TV Cultura, editora de notícias, lifestyle, TV e Cultura nas empresas Globo.com, Editora Globo, Caras e Portal iG. Casada e mãe, escreve sobre gastronomia no Portal UOL, é colunista da Exame Vip, da Editora Abril, e coordenadora das plataformas Mulheres da Pan e Revista Guia SP, da Jovem Pan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *