A vida é feita de altos e baixos, e isso não é segredo para ninguém. Mas uma viagem pode ser a chave para acalmar os ânimos quando as coisas não vão tão bem quanto era de se esperar.

 

Viver não é moleza não, e nós tiramos a prova disso todos os dias. É a rotina que cansa, as atividades que sobrecarregam, a convivência com quem está sempre próximo que pode ficar complicada, entre outros aspectos comuns no dia a dia que podem causar fortes efeitos em nós, diretamente relacionados ao nosso bem-estar.

Afinal, quem nunca se sentiu desgastado a ponto de só querer uma viagem, nem que seja rápida, para qualquer lugar diferente, com a intenção de limpar a mente e se reenergizar?

Essa ideia é super comum entre todos que estão vivendo um momento mais duro, e não é por menos: ao viajar, além de se distanciar do problema, você fica tão absorto no novo lugar que consegue espairecer e descansar um pouco os pensamentos. Dependendo do destino, o choque cultural é tão grande que fica até mais fácil esquecer que o passeio teve como gatilho um problema do qual você quis se afastar um pouco.

Você se identificou com essa descrição? Quer encontrar o lugar perfeito para tirar uma merecida pausa da rotina, e limpar os pensamentos? Abaixo selecionamos alguns destinos para diferentes situações, que podem te inspirar na hora de decidir para onde ir. Confira!

 

 

Término de relacionamento

Um dos motivos mais comuns de pessoas buscarem uma ida ao exterior (principalmente se for por um período mais longo) é um término de relacionamento. A convivência entre pessoas é uma situação singular, que envolve diversos fatores, tanto internos quanto externos aos envolvidos. Cada um tem suas particularidades, e a busca por alinhar os anseios pode ser bastante difícil. Fora isso, ainda existem as influências de fora, como as famílias e amigos envolvidos, que também têm suas parcelas de contribuição sobre aqueles que se relacionam.

Para resumir a novela: relacionamentos não são fáceis, e podem ter um fim. Esse fato todos já conhecemos, e por mais que a razão tenha consciência disso, o coração às vezes não concorda, e aí vem a maré de tristeza que acompanha o término. É uma reação natural do ser humano, além de ser super válida (e necessária) de ser sentida, mas não existe nenhuma contraindicação sobre buscar maneiras de melhorar o ânimo pós-término, certo?

É aí que a viagem entra em ação. Poucos remédios ou ocupações são tão eficazes para uma reestrutução interior do que uma boa viagem – ainda mais se for para um lugar fora da zona de conforto já conhecida. Então, se você está passando por essa fase, não hesite em reservar o próximo voo para um lugar incrível e viver novas aventuras, como você pode fazer, por exemplo, pela costa oeste dos Estados Unidos. Você vai curtir muito as paisagens próximas ao Lake Tahoe, ao Grand Canyon, ou ao Yosemite National Park.

Quer ver dicas sobre os EUA?

 

Demissão

Uma das situações mais complicadas de superar é uma demissão repentina, que te deixa sem chão e sem saber para onde ir. Na grande maioria dos casos, foram anos gastos no trabalho, com muito esforço e dedicação, para acontecer alguma crise, instabilidade ou seja lá qual for o motivo que, do dia pra noite, te corta do quadro de funcionários. Infelizmente acontece, e é uma realidade que muitos precisam enfrentar em algum momento da vida.

O lado positivo disso, apesar de parecer contraditório, é o leque de oportunidades que se abre à sua frente. Depois que o baque inicial passa, vem a fase do otimismo, quando você vai poder finalmente se aplicar para uma vaga que sempre quis ocupar, numa outra empresa onde sonhava trabalhar, ou investir num negócio próprio. Mas, para chegar nesse estágio, o caminho não é fácil. Podem acontecer diversos altos e baixos no seu bem-estar durante o período. Por isso, uma ótima ideia é apostar em uma viagem nessa busca por acelerar o tempo de recuperação – você pode fazer um curso fora para turbinar o currículo, ou simplesmente caprichar na ida ao exterior para aproveitar ao máximo o tempo disponível e se reestruturar mentalmente. E claro, não esqueça de deixar sempre uma reserva financeira para a volta da viagem. Faça os cálculos direitinho para depois não se apertar.

Se a ideia pareceu promissora para você, aposte na Europa. Lá existem inúmeras ofertas de cursos, das mais variadas áreas de atuação, além de ser uma grande oportunidade para conhecer vários países de uma só vez, como em um mochilão. A França é uma boa escolha no continente. Agora, se a grana ficou curta com o ocorrido, vale apostar em países mais próximos, como a Argentina, por exemplo. Você pode até fazer um intercâmbio para turbinar o seu espanhol.

Veja algumas dicas sobre os destinos:

 

 

Sobrecarregamento de tarefas

Do outro lado da moeda, também existem aquelas pessoas super absortas no trabalho, que precisam de uma pausa urgente em tudo para descansar. Se você está nesse grupo, e sente que está próxima de uma síndrome de burn-out, chegou a hora de marcar as tão sonhadas férias e finalmente se colocar em primeiro lugar! E qual a melhor forma de aproveitar um tempo disponível todo seu? Viajando, é claro!

Nada melhor para relaxar a mente do ritmo frenético da rotina do que apostar num lugar mais calmo, mais afastado, e até mesmo mais rústico, por que não? Para quem estava com serviço acumulado até dizer chega, e trabalhando exaustivamente já há um longo tempo, um local ideal para descansar envolve paisagens maravilhosas, ambientes agradáveis, comida boa, pouca quantidade de turistas e uma atmosfera tranquila. Ou seja: um destino litorâneo é a escolha certa.

Se você vai apostar nesse cenário, existem alguns bons lugares no Brasil para ir, como Jericoacoara ou o Delta do Parnaíba, por exemplo. Já no exterior você vai encontrar áreas paradisíacas em San Andrés, San Blas ou, um pouquinho mais longe, na Grécia. Reserve uma boa hospedagem, arrume sua mala com tudo que é preciso para aproveitar o melhor das praias, e parta para suas merecidas férias.

Confira um pouco mais sobre cada destino:

Crise pessoal

Existem N motivos que causam crises nas nossas vidas. Entre todos os já citados aqui, as baixas emocionais podem acontecer também por questões interiores, pela perda de alguém querido, por uma ocasião que te desperte para algo ruim que não estava à tona antes, e uma série de outros fatores. Todos estamos suscetíveis a sofrer por certos motivos, e isso é totalmente normal que aconteça. Porém, um ponto importante é estar aberto para evoluir, e sempre buscar formas de melhorar a realidade de alguma forma.

Uma boa alternativa nesses momentos é procurar ter mais autoconhecimento para, quem sabe, ser mais receptivo com as mudanças e superar o que acontece com mais força. E, para cumprir esse objetivo, não há nada melhor para se autodescobrir do que viajar para um lugar totalmente diferente do comum, com costumes distintos, cultura forte e pessoas de jeitos diferentes.

Se esse passo parece muito grande para você dar nesse momento, busque destinos próximos, mas com novidades para conhecer e te influenciar positivamente. Uma boa dica, por exemplo, é o Peru, que tem paisagens incríveis e uma cultura maravilhosa, que com certeza vai fazer bem ao seu espírito. Já para quem está afim de se arriscar um pouco mais longe, a Turquia ou o Egito são escolhas certeiras, com uma riqueza incomparável em paisagens, monumentos e costumes. Depois de conhecer algum desses lugares, você certamente vai voltar mais leve, pronta para dar a volta por cima e dominar qualquer crise.

Saiba mais um pouco sobre os lugares:

 

Curtiu nossas dicas? Já pensou em fugir de alguma situação pesada e partir em uma viagem para esfriar a cabeça? Conta pra gente!

Virginia Falanghe

https://vivaomundo.com.br/

Jornalista, apaixonada por viagens, natureza, aventuras e em compartilhar dicas para ajudar mais pessoas a viajarem mais e melhor. Quando não está viajando, está lendo, escrevendo ou falando sobre destinos do Brasil e do mundo. Já pisou nos cinco continentes e fez algumas paradas longas para morar na Austrália, Estados Unidos, Canadá e Portugal. Atualmente, mora em São Paulo e escreve dicas de viagens no site da Jovem Pan, integra a equipe do programa Mulheres da Pan como especialista em turismo e também é editora-chefe dos sites Dicas de Viagem, Viva o Mundo e Pousadas Incríveis  Uma boa leitura e ótimas viagens.