O que levar numa mala de viagem é sempre um dilema. E, mesmo depois de arrumar toda a bagagem, quem nunca ficou com aquela sensação de “esqueci alguma coisa, mas não sei o quê”? 

Independente do destino, seja frio, quente, úmido, seco, ou qualquer outra característica, fazer uma lista do que é essencial é um ponto primordial para não errar na hora de arrumar a bagagem. Fizemos uma seleção do que você não pode deixar para trás na hora de separar o que levar.

Assim, você consegue fazer um checklist completo, não esquece de nada importante, e garante que vai levar o suficiente para passar uma estadia confortável no seu destino escolhido. Então bora descobrir os itens que não podem faltar na sua mala!

Documentos

Os documentos são os itens mais importantes, que você não deve esquecer de levar nunca, mesmo em viagens nacionais. Aliás, não é recomendado nem sair de casa sem portar seus documentos, por isso coloque-os como o primeiro item da sua lista. Separe os mais importantes e guarde em um lugar de fácil acesso.

Uma boa dica para organizar os documentos é usar uma daquelas carteiras de viagem, que são ligeiramente maiores que as carteiras comuns. Nelas você consegue acomodar o passaporte, RG, cartões e demais documentos essenciais, tudo em um só lugar. É uma boa dica de organização para as viagens.

Se sua viagem vai ser pelo Brasil mesmo, confira algumas dicas de hotéis e lugares para visitar:

 

 

Roupas

O primeiro ponto para definir quais roupas levar para a viagem é se certificar de como vai estar o clima do lugar para onde você vai. Sabendo disso, fica bem mais fácil separar as roupas de frio ou calor. A segunda dica é ter bem claro quais atividades você vai fazer por lá. Assim, você consegue separar mais assertivamente as peças necessárias, se vai precisar de algo mais fino, ou se roupas esportivas dão conta dos dias fora. Porém, a regra mais importante de todas é priorizar o conforto.

Aposte em calças leggings, alpargatas, tênis confortáveis, vestidos, blusinhas leves e soltinhas. Peças mais lisas  (sem muito “frufru” ou amarrações) e com tecidos de toque agradável e que não amassam são os mais ideais. Afinal, a ideia de viajar é explorar um lugar novo, e não vai ser legal bater perna mundo afora com uma roupa que pinica e te deixa incomodada.

Se for para um lugar frio, a segunda pele térmica é indispensável, fora um bom casaco corta-vento. Meia-calça também pode ser uma peça coringa – ocupa pouco espaço e pode te salvar, ainda mais se for daquela mais grossa.

Caso o destino seja quente, shorts com bom caimento e sandálias maleáveis são ideais. Não esqueça do biquíni, se for curtir uma praia. Agora, se você for para um local de grande amplitude térmica, pode fazer uma boa mescla das duas estações, levando as peças mais chave para cada clima. Assim fica mais fácil se vestir em camadas e tirá-las ou colocá-las conforme a necessidade. Ah, também não deixe de levar roupas íntimas.

Sobre a quantidade, o que fala mais alto é o bom senso. Se o lugar é quente, é natural que as roupas fiquem suadas, então você precisa pensar se vale a pena montar uma mala com, pelo menos, uma combinação de peças por dia, ou se vale mais otimizar e investir no serviço de lavanderia do hotel. Nos destinos frios, apesar de as roupas serem mais volumosas, é bem mais fácil poder usá-las em dias repetidos. “Ah, mas e os looks repetidos nas fotos?” Bom, faça combinações diferentes, já que as peças serão mais básicas ;). 

Confira dicas de climas distintos em destinos característicos, como o Ushuaia, Aconcágua, ou até mesmo praia no inverno:

 

 

Óculos de sol e protetor solar

Óculos com proteção contra os raios ultravioleta são indispensáveis, não importa qual é o seu destino! O sol castiga mesmo nos lugares mais frios – e ainda mais se tiver muita neve no local. Aliás, é ainda mais perigoso deixar os olhos desprotegidos num ambiente nevado, porque a incidência dos raios solares no branco reflete mais em nós diretamente. Nesses casos, vale até apostar nos óculos espelhados, que dão ainda mais proteção. Invista em um bom modelo, com certificação de filtros contra os raios UVA e UVB.

O mesmo vale para o protetor solar, pois a pele também queima. O protetor ajuda a ganhar uma corzinha aos poucos, mas que dura muito mais. Melhor usar o protetor adequado do que voltar descascando e com problemas dermatológicos.

Veja algumas dicas de destinos incríveis para pegar um sol:

 

Chapéu/gorro

Esse é outro item super recomendado que você leve. No verão, o sol pode ter uma incidência fortíssima dependendo do destino, e o chapéu protege sua cabeça da insolação. Ninguém merece ter que usar o seguro viagem porque não tinha um chapéu para se proteger, não é?

O gorro é essencial para quem vai curtir um friozinho por aí. É uma peça bem versátil, que faz bastante diferença na hora de aguentar as temperaturas baixas. Ele protege a cabeça e as orelhas, te mantendo quentinha o tempo todo, fora que é uma fofura. Combine as roupas com uma touca de cores mais neutras, como preto, marrom ou rosa claro, e arrase no look de inverno!

Fica super bem usar chapéus e gorros na Argentina ou no Peru. Confira nossas dicas:

 

 

Echarpe/cachecol

Quer um item que é mais a cara de uma viagem do que uma echarpe? Não tem! Combina demais com idas a outras cidades e países, e fica linda nas fotos de recordação. Mas além disso, é super útil. Ela te ajuda a se proteger do vento, a dar uma segurada caso o tempo vire ou o ar-condicionado do ambiente esteja gelado demais, a tapar mais o corpo se você for visitar templos onde precisa estar mais coberta, pode servir de proteção para a cabeça se o sol estiver muito forte… enfim, é muito versátil.

Já o cachecol é aquela peça coringa de quem visita lugares muito frios. Fica lindo nas fotos também, e dá uma outra cara para qualquer look – por isso, vale a pena apostar neles, principalmente se você achar o seu casaco preto muito simples. Mas, é claro, a principal função é te deixar quentinha, com o pescoço bem protegido. Por isso, invista nos modelos mais grossos, como os de lã. Esses é o tipo de acessório chave para variar os looks.

Suas fotos com echarpe na Europa vão ficar demais. Confira dicas para aproveitar ao máximo:

 

 

Necessaire

Uma necessaire bem equipada vai garantir que você viaje com conforto, por isso capriche na hora de montá-la. Selecione o que for mais essencial para você dos seus itens de higiene pessoal, como pasta e escova de dentes, fio dental, pente de cabelo, desodorante, absorvente, hidratante corporal e, se achar necessário, sabonete, shampoo e condicionador. Também vale se certificar quais amenities o hotel que você escolheu disponibiliza, assim você consegue economizar um espacinho.

Escolher bons hotéis é uma parte bem importante da viagem. Confira dicas de onde se hospedar em diversos destinos:

 

Eletrônicos

Tenho certeza que você não vai esquecer de levar seu celular, mas vale relembrar aqui que você também não pode esquecer o carregador dele. Outros itens que não podem faltar são a câmera fotográfica, o cartão de memória extra para todas as fotos e vídeos que você fizer da viagem, fora as pilhas ou baterias, e um carregador universal para não passar sufoco com as tomadas diferentes – esse é um item que salva muitas vezes.

Que tal ir para destinos com cenários maravilhosos para fotos incríveis da viagem? Confira algumas dicas:

 

Outros itens importantes

Por fim, vale levar todas as informações mais importantes da sua viagem, como o endereço do hotel e o contado, por exemplo, anotados em papel, para o caso de a internet não funcionar logo quando você chegar. Pense também nos remédios que você precisa levar, considere ter sempre alguns band-aids disponíveis, e não dispense um protetor labial, principalmente se for para um lugar frio.

Na sua mala de mão, leve os fones de ouvido, uma máscara de dormir, alguma peça quentinha como um cachecol ou meias (para aguentar o ar condicionado do voo), e, claro, guarde seus objetos mais importantes, como os documentos, sempre nela, para ter mais segurança sobre eles. Não esqueça dos cadeados para segurança.

Lembre-se de sempre de manter ao menos uma muda de roupas ali, para estar acobertado caso a mala despachada seja extraviada. Os eletrônicos também devem ser guardados na mala de mão.

Confira mais dicas para você não errar na mala:

 

E então, já conhecia algumas dessas dicas? Espero que com elas você consiga montar sua mala mais fácil. Só não esqueça de deixar um espaço para as comprinhas da viagem, e as lembrancinhas das pessoas queridas que estarão esperando a sua volta.

Boa viagem!

Virginia Falanghe

https://dicasdeviagem.com

Jornalista, apaixonada por viagens, natureza, aventuras e em compartilhar dicas para ajudar mais pessoas a viajarem mais e melhor. Quando não está viajando, está lendo, escrevendo ou falando sobre destinos do Brasil e do mundo. Gosta de conhecer a fundo cada lugar, por isso não acredita em contá-los. Já pisou nos cinco continentes e fez algumas paradas longas para morar na Austrália, Estados Unidos, Canadá e Portugal. Atualmente, mora em São Paulo e escreve dicas de viagens no site da Jovem Pan, integra a equipe do programa Mulheres da Pan como especialista em turismo e também é editora-chefe dos sites Dicas de Viagem e Viva o Mundo.  Uma boa leitura e ótimas viagens.