*Por Giancarlo Zanoli Trentim

Bichectomia é a retirada total ou parcial de duas bolsas de gordura presentes uma em cada lado da boca, entre o maxilar e a mandíbula, chamadas de “bolas de Bichat”. Apesar de não admitirem o procedimento publicamente, Madonna, Angelina Jolie e Megan Fox são exemplos de nomes de celebridades presentes nos cursos de habilitação para a bichectomia.

Indicação além da estética

A indicação da cirurgia pode não ser somente estética para pacientes que “mordem” internamente as bochechas. Além de causar dores insuportáveis, os tecidos podem se tornar mais “queratinizados” chegando a incomodar o paciente. Esteticamente, independente do paciente, o resultado causa destaque das “maçãs dos rostos” e um efeito sombreado no rosto.

Essas bolsas de gordura estão presentes no corpo, não importa se a pessoa é do sexo masculino ou feminino, se está ou não acima do peso. Por se tratar de uma cirurgia na face, somente é possível fazer a bichectomia após o total crescimento da face, geralmente a partir de 16 anos, com autorização prévia dos pais. Na clínica onde atendo, a média dos pacientes tem entre 20 e 40 anos.

Procedimento provoca batalha de gigantes

Existe uma batalha entre os conselhos federais de medicina e odontologia, desde 2016, para realização de tal procedimento. A cada momento sai uma liminar que autoriza ou não alguns procedimentos estéticos. Mas, por se tratar de um procedimento dentro da boca, o Conselho Federal de Odontologia defende que o cirurgião dentista tem o melhor conhecimento para atuar na área. O fato é que tanto médicos como dentistas, desde que habilitados, são legalizados a fazer a cirurgia. Cabe ao paciente pesquisar antes o currículo do especialista para não se arriscar.

O processo cirúrgico deve ser feito por um profissional conhecido nessa cirurgia para evitar traumas excessivos e não atingir ductos de glândulas salivares, ou vasos sanguíneos que dificultariam a recuperação. O real efeito da cirurgia se dá principalmente em torno de 90 dias.

Importante destacar que a “bola de Bichat” tende a secar conforme a idade e quem faz a cirurgia tende a ficar com o rosto fino anos mais cedo.

 

* Cirurgião Dentista formado pela USP, pós-graduado em Implantodontia, Cirurgia Oral Menor, Odontologia Estética e Membro da APCD – Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas.

Paty Moraes Nobre

https://jovempan.uol.com.br/guiasp

Jornalista e agitadora cultural, atuou como repórter em rádios como Jovem Pan e Band, videorrepórter na TV Cultura, editora de notícias, lifestyle, TV e Cultura nas empresas Globo.com, Editora Globo, Caras e Portal iG. Casada e mãe, escreve sobre gastronomia no Portal UOL, é colunista da Exame Vip, da Editora Abril, e coordenadora das plataformas Mulheres da Pan e Revista Guia SP, da Jovem Pan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *