Há alguns dias abri uma caixinha de perguntas no meu Instagram, e um dos pedidos foi para abordar mais sobre o “squirting”, por isso resolvi trazer o tema para cá.

Você sabe o que é?

A palavra squirting vem do inglês “squirt”, e significa esguicho. Essa ejaculação feminina não é algo comum, então não pense que tem algum problema se você nunca teve um, ok? Somente uma a cada 10 mulheres costumam ter, e não existe nenhuma influência no prazer!

Mas vamos entender melhor o que é essa questão da ejaculação feminina, que ainda intriga a ciência.

O corpo da mulher possui glândulas de skeene, localizadas próximo ao clítoris e ao canal da uretra, que produzem um líquido, que pode sair como um jato (chamado de “squirt”) ou bastante líquido no momento da relação sexual. Ele é liberado por um buraco quase imperceptível na vulva.

Mas não é xixi? Justamente por não ser algo frequente, algumas mulheres podem achar que o líquido liberado é urina, mas não. A sensação inclusive é a de vontade de fazer xixi, pelo fato de as glândulas de skene ficarem próximas à bexiga. Mas depois passa, e o que vem é a sensação de prazer, podendo ser seguido por um orgasmo.

Agora que você conhece o squirting, ou a chamada ejaculação feminina, você sabe se já teve um?

 

paulanapolitano

Psicóloga clínica, pós graduada em Terapia Sexual e em Terapia Cognitivo Comportamental. Também é autora do livro "Sexplicando: sexualidade sem mitos e tabus".