O útlimo e emocionante episódio que foi ao ar ontem a noite, coloca as mulheres como protagonistas da batalha na trama. Na temporada final da saga, em meio a tão esperada guerra contra os night walkers o medo foi a emoção mais explorada na trama. Em meio a um cenário de devastação e desespero, a luta contra o mortos parecia uma utopia para os humanos. Se por um lado, alguns dos guerreiros mais valentes deram a batalha por vencida, as mulheres de GOT deram demonstrações de força e esperança, com interpretações memoráveis.

Destaque para a volta de Melisandre, uma sacerdotisa do deus vermelho R’hllor e uma conselheira íntima de Stannis Baratheon, que tem papel fundamental na batalha e da pequena lady Lyanna Mormont, intrepretada por Bella Ramsey, uma menina de 10 anos que comanda a ilha dos Ursos, e, na batalha final mostra literalmente como lutar como uma garota contra um gigante caminhante da noite. Ela já havia conquistado muitos fãs no sétimo episódio da sexta temporada quando questiona a soberania de Sansa Stark e Jon Snow ao oferecer seu exército para lutar uma guerra de qualquer um.

View this post on Instagram

Queens 🙌🔥 –

A post shared by Game of Thrones Insider (@gotinsider) on

Arya virou meme ao usar a expressão “Not Today!” quando questionada sobre o que dizer para o rei da morte quando ele chegar. Not Today! Sem dúvida alguma, de todas as mulheres da série, Arya foi a personagem que mais nos deu esperança de uma reviravolta e que roubou o protagonismo de Daenerys Targarien, mãe dos dragões, vivida por Emilia Clarke. Nas redes, quem acompanhou a série e o intenso treinamento de Arya para virar uma guerreira sem face, fez piadas sobre o programa de trainnee mais eficiente da história.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *