Se você gosta de cinema brasileiro – e agora é a hora de aproveitar para ver ou rever várias produções nacionais nas plataformas digitais – certamente está familiarizado com o ator Danton Mello. Ele estrelou filmes como o poético O Palhaço, ao lado do irmão Selton Mello, as comédias Os Penetras 2 e Vai que Dá Certo 2, e mais recentemente Hebe, a Estrela do Brasil.  Mas se o que você curte mesmo são os filmes estrangeiros, saiba que ele é a voz dublada de Leonardo Di Caprio em vários títulos e também do simpático Max, de Pets – A Vida Secreta dos Animais.  Além de estrelar novelas desde seus 10 anos de idade, quando atuou em A Gata Comeu, até as recentes I Love Paraisópolis, Pega Pega e Orfãos da Terra.

Na vida pessoal ele é casado com a Sheila e padrasto do João, com quem está passando a quarentena. Além de pai de duas meninas, Luisa (19 e Alice (17), que moram fora do Brasil. Ao contrário da vida cheia de adrenalina de ator, seu dia a dia tem sido bem simples e tranquilo.

“Ajudo na organização da casa, a lavar roupa, pendurar, tirar do varal, varrer, aspirar… divido o máximo possível as tarefas para minha mulher não ficar sobrecarregada. Tenho feito as coisas que nunca consigo porque estou sempre fora gravando. E tudo sem pressa.”, conta.

Aliás, ele estava em vias de começar a gravar a nova novela das 9, Um Lugar ao Sol, quando a pandemia estourou. “Já estava caracterizado, com o personagem estudado”, comenta. Além de estar com a família e amigos, é dessa rotina que ele mais sente falta.

“Cresci trabalhando, amo e sinto falta da correria de decorar texto, ir para os estúdios, para a rua… mas temos que ter paciência e fazer a nossa parte. Tento ser responsável”, afirma.

Tem aproveitando o tempo livre para aprender receitas novas, acompanhar os jornais, ler e ver filmes e séries. Entre suas recomendações estão: “o livro Dom Quixote, que achei na minha casa. Nunca tinha lido e aproveitei. É a história de um homem de mais idade que sai pelo mundo achando que é um cavaleiro… muito interessante. De filmes, indico as comédias que fiz e uma série que me marcou, Anne With an E. É de época e fala sobre uma menina que cresce e luta seus direitos, isso é, de empoderamento feminino”, conta.

E como pensa que será quando tudo isso passar?

“Espero que as pessoas continuem com esse espírito solidário e de generosidade. De ter atenção com quem está do nosso lado. Lembrar que a gente vive no mesmo planeta e estamos todos juntos”.

Que assim seja!

virnawulkan

Virna Wulkan é jornalista há mais de 20 anos, tendo trabalhado para algumas das maiores redações do país como UOL, Estadão (foram 9 anos como colunista no Suplemento Feminino), Contigo, Playboy e VIP. Além de ter sido colaboradora de veículos como Portal Caras, Glamurama, Marie Claire, Claudia, Boa Forma, entre outras. Sua expertise gira em torno de assuntos ligados à moda, beleza, entretenimento e celebridades – já entrevistou desde Kim Kardashian e Anitta, até Vitor Belfort e Juju Salimeni. Porquê todo mundo tem boas histórias para contar.