Viajar sozinha. A busca por este termo triplicou no Brasil e no mundo nos últimos cinco anos de acordo com o Google Trends, plataforma que mostra as tendências de pesquisas na ferramenta. É isso que sinaliza também o levantamento da Federação Brasileira de Albergues da Juventude: 55% das pessoas que se hospedam sozinhas em albergues são mulheres. Ou seja, tem mais mulher viajando sozinha por aí do que homens atualmente.

Afinal, o que causa essa disposição entre as mulheres a partir sozinhas a novos destinos? Liberdade, independência, autonomia, aventura ou simplesmente não ter companhia para viajar podem ser alguns dos motivos. Pelo menos, comigo foi assim.

Embarcar em uma aventura solo é uma descoberta de novos destinos e de si mesma. É ter liberdade para fazer os programas que quiser, por quanto tempo estiver com vontade. É contornar desafios, bastar-se com a própria companhia, estar aberta para fazer novos amigos, conhecer novas culturas e também aprender a lidar com momentos de solidão. Pode-se dizer que, no mínimo, é uma experiência enriquecedora para a alma.

Animou com a ideia?

Selecionei algumas dicas de destinos que são boas escolhas para quem viaja sozinha pela primeira vez, seja pela segurança do lugar, facilidade de transporte, da língua ou pela cordialidade da população.

 

Países para quem viaja sozinha pela primeira vez

 

1) Japão

Se você está procurando por trilhas para caminhadas em meio à natureza, patrimônios culturais da UNESCO ou refeições maravilhosas para saborear, o Japão preenche todos os pré-requisitos. Além disso, a baixa taxa de criminalidade deixa mulheres mais à vontade para explorarem o país como quiserem. Mesmo com as barreiras da língua, o fácil acesso ao transporte público e a cordialidade dos japoneses deixa a viagem tranquila.

Mulheres que viajam sozinhas - Dicas
Mt. Fuji, no Japão

 

2) Espanha

A Espanha é uma outra opção excelente, com mais de mil quilômetros de costa banhada pelo Mediterrâneo, arquitetura icônica e claro, a cidade de Barcelona. A cidade catalã é uma das grandes maravilhas do país para quem procura agito, boas festas e praias deliciosas. Só evite sair pelas ruas escuras à noite sozinha.

Veja o post onde ficar em Barcelona para encontrar hospedagens em bairros seguros da cidade.

Catedral Sagrada Família, em Barcelona

 

3) Canadá

O Canadá foi uma de minhas escolhas prediletas para viajar sozinha. A dica é conhecer a cidade de Vancouver no verão. A exuberante cidade é um exemplo em termos de sustentabilidade e mistura um cenário de artes no centro com montanhas exuberantes que a rodeiam.

Só evite passar ou se hospedar na Avenida Hastings. Apesar de preços atraentes de hospedagens na região, a avenida concentra alguns pontos de usuários de drogas durante todo o dia.

Aproveite para estender a viagem para as montanhas rochosas canadenses e fazer o trajeto da Icefield Parkway entre as cidades de Banff e Jasper.

Montanhas rochosas do Canadá

 

 

4) Estados Unidos

Quem nunca assistiu o filme “Na Natureza Selvagem”? Pois bem, quem viu sabe que os Estados Unidos reúne de tudo um pouco para viajantes solo. Seja o burburinho inebriante de Nova York, as montanhas do Colorado, o jazz de Nova Orleans ou a emoção da estrada aberta na Rota 66. Os Estados Unidos tem de tudo um pouco para te fazer se sentir livre.

Veja aqui onde ficar em Nova York, com dicas dos melhores bairros para a hospedagem.

 

5) Alemanha

Aproveite a eficiente linha ferroviária da Alemanha para conhecer as mais diferentes cidades do país. Você pode tomar café-da-manhã em Munique e jantar em Berlim no mesmo dia, tamanha a facilidade de locomoção por lá. Sem contar que cada cidade do país tem algo fascinante, especialmente Berlim. Não há como visitar a cidade e não se emocionar com as histórias dos museus ou como não se animar com os diferentes festivais de música no Verão ou mercados de Natal no inverno.

A cidade de Berlim, na Alemanha

 

6) Austrália

Com atmosfera despretensiosa, misturando lindas praias com algumas das cidades com maior qualidade de vida do mundo, a Austrália é um lugar para se encantar. Seja pelo astral de cidades como Byron Bay, em Queensland, pelas montanhas azuladas das Blue Mountains, em New South Wales, ou pelo centro efervescente de Melbourne, em Victoria, no verão. É um destino para conhecer nos meses mais quentes, entre Outubro e Março, e tirar proveito das praias perfeitas para surfistas, fazer novos amigos nos bares ao ar livre ou sair nas noites agitadas do centro.

Confira o guia Intercâmbio Austrália que te ajuda a escolher a melhor cidade para passar uma temporada no país.

Opera House, em Sydney

 

7) Portugal

Para quem não fala inglês e está preocupada com a língua, aposte em Portugal para sua aventura solo. É impressionante como esse pequeno país tem paisagens tão diversas e cenários que passam de praias com enormes falésias douradas a regiões que abrigam algumas das melhores vinícolas do mundo. Vale a pena sair em uma viagem de carro pelo país. Confira o guia Roteiro Portugal que escrevi para te ajudar a planejar sua aventura.

As coloridas e típicas casas de Portugal

 

8) Indonésia

Balanço de Ubud, na Indonésia

 

 

Checklist para a primeira viagem sozinha:

É  preciso se atentar a riscos, já que nos últimos anos houve casos de feminicídio contra mulheres que viajavam sozinhas na Costa Rica, Tailândia, entre outros países. Segundo a diretora executiva da ONU Women, “mulheres enfrentam riscos que homens não correm em espaços públicos, casas e também em países estrangeiros.” E ainda complementa que mesmo em países desenvolvidos como França, Itália ou Alemanha as mulheres não estão 100% seguras”.  Ou seja, é bom estar preparada sempre.

Ou seja, é melhor sempre se prevenir para diminuir qualquer perigo onde quer que você esteja. Entre as dicas para as mulheres – e também homens – que estão se preparando para uma aventura solo, recomendo o seguinte:

  • Deixe sempre seu roteiro de viagem com algum familiar ou amigo, para que eles possam saber onde você está.
  • Compre também um chip internacional para o celular. Assim, você pode usar internet ilimitada durante a viagem. Tem empresas que entregam o chip na sua casa no Brasil antes de você embarcar, como a EasySIM4U.
  • Se quiser companhia, fique em albergues para conhecer pessoas de diferentes culturas.
  • Também há diversos aplicativos que dão suporte a mulheres que viajam sozinhas, como RedZone e Mayday.
  • Você também pode andar na bolsa com um spray de pimenta ou fazer cursos de defesa pessoal, para ficar ainda mais segura. Essa é a dica da economista Renata Barreto no programa Mulheres da Pan.
  • Nunca deixe de adquirir um seguro viagem. Especialmente, se for para países europeus. O Tratado de Schengen estabelece a obrigatoriedade da contratação de um seguro viagem para a Europa.

 

E aí, preparada para viajar sozinha? Deixe seu comentário aqui e boa viagem! 🙂

 

Virginia Falanghe

https://dicasdeviagem.com

Jornalista, apaixonada por compartilhar dicas e informações de viagens para te ajudar a viajar mais e melhor. Quando não está viajando, está lendo, escrevendo ou falando sobre destinos do Brasil e do mundo. Já são mais de 50 países dos cinco continentes na lista, entre algumas paradas longas para morar na Austrália, Estados Unidos, Canadá e Portugal. Atualmente, escreve dicas de viagens aqui no site da Jovem Pan, integra a equipe do programa Mulheres da Pan como especialista em turismo e também é editora-chefe dos sites Dicas de Viagem e Viva o Mundo. Uma boa leitura e ótimas viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *