Viajar demanda gastos que, nem sempre, combinam com o orçamento disponível. Pensando nisso, selecionamos 5 destinos ideais para uma viagem incrível no território brasileiro que caiba no bolso. 

 

O fim do ano chegou e sempre bate aquela vontade de fazer uma viagem para renovar as energias num lugar diferente e descansar a mente dos dias que se passaram. 

Como o dólar não dá trégua há tempos para facilitar aquela ida ao exterior, por que não aproveitar o próprio Brasil para explorar? Nosso país conta com paisagens das mais diversas e lugares maravilhosos, que merecem qualquer oportunidade de viagem que surgir.

É claro que, como o Brasil tem um território bem grande, os gastos variam bastante dependendo de onde você vai partir, e qual lugar pretende conhecer. Mas buscamos alguns destinos nacionais mais em conta nas cinco regiões, para te dar opções variadas e ajudar a realizar a última viagem do ano com os gastos controlados, sem estourar o orçamento.

E aí, animou? Vamos conhecer um pouco mais sobre os lugares, então.

 

Imbituba – Santa Catarina

Começando pelo sul do Brasil, temos uma cidade litorânea que pode ser exatamente aquilo que você procurava. Além de ser um lugar lindo e cheio de praias maravilhosas, Imbituba é super versátil e indicada para variados tipos de viajantes – seja você mais rústico, esportista ou família, vai encontrar o seu canto por lá.

As praias catarinenses são famosas pelas condições favoráveis para surfistas, mas o sandboard, kitesurf e windsurf também tem sua vez em Imbituba, principalmente na Praia de Ribanceira ou na Barra de Ibiraquera. Já quem vai em grupos maiores e com crianças pode encontrar boa estrutura na Praia da Vila. E a Praia do Rosa, famosa por festas de revéillon bem animadas, fica também na cidade – uma ótima dica para passar o Ano-Novo.

É do sul e quer mais sugestões de destinos por lá? Confira estas dicas:

 

 

Ibitipoca – Minas Gerais

Conceição do Ibitipoca é um distrito da cidade de Lima Duarte, no interior de Minas Gerais, a cerca de 260 km da capital, Belo Horizonte. Para chegar lá, se você for de Juiz de Fora, o caminho é bem tranquilo, e se vier de outro lugar, vai precisar passar nas terras juizforanas primeiro – sendo super recomendado um carro para ir ao destino.

De ambiente bem rústico e tranquilo, por lá o sinal de celular é fraco e o ambiente é propício para se desligar do mundo. Com muitas trilhas, cachoeiras e pedras com mirantes incríveis, o Parque Estadual do Ibitipoca é o lugar ideal para se reenergizar e passar dias tranquilos em meio à natureza.

Curta a vista incrível da Janela do Céu, percorra o circuito das águas, conheça grutas e aproveite muito o ambiente durante o dia, para curtir um som no centrinho da cidade mais à noite. Ah, e claro, não deixe de experimentar muita comida mineira também, que é algo que deixa qualquer passeio especial 😉

Veja mais dicas sobre esse cantinho especial de Minas Gerais:

 

 

Nobres – Mato Grosso

Se a natureza te atrai e sua vontade mesmo é curtir um destino adepto ao ecoturismo, como Bonito (MS), mas o orçamento está apertado, temos uma super dica para você: que tal conhecer Nobres, no Mato Grosso?

O município é pequeno, com infraestrutura ainda tímida, população pequena, mas muuuuitos atrativos naturais que não perdem em NADA para o destino mais conhecido do estado vizinho.

Por ainda não ser muito popular, Nobres conta com dois pontos positivos que podem ser decisivos para sua escolha de viagem: os preços são bem camaradas, e o lugar não fica super lotado. Fora as belezas naturais da cidade, que são inúmeras. Cachoeiras, lagos de água cristalina, rios e grutas são alguns exemplos do que você vai encontrar por lá, mais especificamente no distrito de Bom Jardim, a pouco mais de 60 km do centro da cidade.

E se você for de Cuiabá, são apenas 122 km de distância até o local – um destino perfeito para uma viagem de encerramento do ano, não acha?

Quer outros exemplos para se encantar com a natureza? Veja só:

 

Chapada das Mesas – Maranhão

A natureza está imperando nas dicas de destinos deste texto, mas não podia ser diferente em um país tão rico em belezas naturais quanto o Brasil. Agora seguindo para o nordeste, a próxima indicação é a Chapada das Mesas, numa parte mais ao sul do estado do Maranhão.

Perto de lá, a melhor cidade para fazer base é chamada de Carolina, com a melhor infraestrutura turística entre as demais da região. Por lá não existe nada muito luxuoso, pois a cidade é pequena e o clima é bem de interior mesmo.

Na Chapada existem montanhas com planaltos retos – por isso é chamada de “mesas” -, muita vegetação, rios e cachoeiras para explorar. Você pode contratar uma agência ou fazer os passeios por conta própria de carro, e a dica é conhecer o Portal da Chapada, o Poço Azul, o Poço do Encanto, as cachoeiras de Pedra Caída, como a do Santuário, da Caverna e do Capelão, além de visitar as famosas cachoeiras da Prata e São Romão.

Que tal estender a viagem pelo Maranhão e pelo nordeste? Confira mais conteúdo:

 

 

Alter do Chão – Pará

Banhada pelo Rio Tapajós, Alter do Chão é um destino incrível para conhecer no norte brasileiro, mais especificamente no Pará. A melhor época para aproveitar os bancos de areia clara que surgem no período de secas é entre agosto e janeiro, ou seja, é agora, no final do ano 😉 mas se você só tiver disponibilidade de ir em épocas mais úmidas, tudo bem também! Uma das atrações de lá são os passeios de barco pela região, com os quais você consegue até mesmo ver o encontro das águas dos rios Tapajós e Amazonas.

Nos períodos de vazante, a praia que o recuo do rio forma é ocupada por viajantes e quiosques, que oferecem estrutura para os visitantes passarem o dia. Por ali, a vida é bem simples e rústica, com muita calmaria. Você vai encontrar casinhas de pau-a-pique e teto de sapé, pois a vila é lar de pescadores e fica em uma área mais preservada, a 38 km de Santarém, a segunda maior cidade do estado. Vale super a pena curtir dias ensolarados nas praias de água doce de Alter do Chão, enquanto saboreia um verdadeiro açaí paraense.

As águas de Alter do Chão vão te encantar. Veja também outras informações do Pará:

 

Por fim, caso nenhuma das opções tenha parecido viável para você, temos uma dica final: aproveite os arredores de onde você mora. Independente de onde seja, com certeza há um campo, montanha, mirante ou praça onde existem atrativos como uma boa vista, ar puro, construções interessantes, entre outros exemplos.

Às vezes, tudo que basta é a criatividade e se juntar com uma companhia agradável para dar uma volta de carro, de bike ou até mesmo a pé já se torna um passeio super agradável. Até um piquenique no parque é válido, e você não precisa ir pra longe para isso 😉

Animou para conhecer alguma dessas indicações? Não deixe de contar pra gente nos comentários!

Virginia Falanghe

https://vivaomundo.com.br/

Jornalista, apaixonada por viagens, natureza, aventuras e em compartilhar dicas para ajudar mais pessoas a viajarem mais e melhor. Quando não está viajando, está lendo, escrevendo ou falando sobre destinos do Brasil e do mundo. Já pisou nos cinco continentes e fez algumas paradas longas para morar na Austrália, Estados Unidos, Canadá e Portugal. Atualmente, mora em São Paulo e escreve dicas de viagens no site da Jovem Pan, integra a equipe do programa Mulheres da Pan como especialista em turismo e também é editora-chefe dos sites Dicas de Viagem, Viva o Mundo e Pousadas Incríveis  Uma boa leitura e ótimas viagens.