A modelo Alexandra Louise chocou muita gente ao postar uma foto do rosto queimado após um procedimento estético com laser CO2 fracionado. Estrela do reality show “Love Island”, de 27 anos, ela revelou em seu perfil no Instagram que uma sessão de laser CO2 fracionado a deixou com a pele inchada a ponto de ter a visão prejudicada. ”Perguntei a mim mesma: ‘O que diabos eu fiz?’”, contou ela, ao postar um flagra do momento na ferramenta Stories.

Mas o que teria acontecido com ela exatamente?

Modelo mostra reação a Laser CO2

O método Laser CO2 fracionado

De acordo com a dermatologista Simone Neri, o Laser CO2 fracionado é uma queimadura que deixa a pele inchada mesmo, por isso, a região pode ficar sensível e avermelhada por dias. No entanto, alguns problemas podem ter acontecido durante o procedimento com a modelo Alexandra Louise que teriam intensificado essas reações . “Será que usaram a energia adequada, que foi feito por um profissional qualificado ou a pele da modelo já apresentava uma lesão? O procedimento é parcialmente invasivo e precisa de cuidados que, muitas vezes, não são repassados ao paciente”, alerta Simone.

A médica ainda reforça a necessidade do uso de medicamentos antes da aplicação, como antibióticos, para evitar infecções. “Sempre mostro fotos do antes e depois e oriento meus pacientes sobre os riscos”, acrescenta Simone.

Indicação e Cuidados

A esteticista Katia Gomes, do centro de Estética Pin Up, explica que o Lase CO2 fracionado é indicado para rejuvenescimento, flacidez, manchas e cicatrizes de acne, além de minimizar poros dilatados e estimular colágeno. Resumindo, melhora o aspecto da pele em geral.

Os benefícios são consideráveis, no entanto, é importante ressaltar que são necessários alguns cuidados para evitar os efeitos colaterais.

Por exemplo:

  • Evitar exposição solar durante 15 a 20 dias depois da aplicação do laser, até para evitar as manchas;
  • Fazer compressas com água gelada e chá de camomila para acalmar e dar um alívio no ardor causado pelo procedimento;
  • Utilizar filtro solar de proteção alta na região tratada;
  • Hidratar bem a região com o produto indicado pelo profissional.

Depois da aplicação é comum a pele ficar um pouco edemaciada (inchada) e hiperêmica (vermelha), isso irá ocorrer principalmente nas 24 horas pós procedimento, mas, numa média de 3 a 7 dias após, a pele volta ao normal.

+ Mitos e verdade sobre dor nas costas

Contraindicação 

De acordo com as profissionais, o tratamento pode ser realizado por qualquer tipo de pessoa, em tipos de pele clara ou morena, e em qualquer época do ano desde que se tenha os cuidados recomendados.

Mas, como todo tratamento, existem casos que não devem se submeter ao procedimento, elas são:

  • Gestantes;
  • Pacientes que tenham herpes em atividade;
  • Pacientes que tenham câncer, fazendo quimioterapia e radioterapia;
  • Pacientes que tenham sensibilidade a luz;
  • Pacientes com problemas de cicatrização ou quelóides.

É comum o uso de pomada anestésica ou até mesmo bloqueios por meio de infiltração para amenizar o desconforto durante o procedimento. “E, claro, é muito importante para a realização e o sucesso de todo o processo, procurar um bom profissional, que saiba identificar se a pele do cliente irá suportar o tratamento. Além disso, o próprio paciente deve estar ciente de que terá que tomar certos cuidados para que resultado do Laser CO2 fracionado seja totalmente satisfatório”, finaliza Katia.

PreviousNext