Na última semana eu levantei um tópico que pouca gente dá atenção nas resoluções de fim de ano: a sexualidade!

Para continuar nesse tema, hoje eu quero falar sobre algo que está muito ligado à sexualidade, e que pode te ajudar e muito a tornar a sua melhor em 2021: o autoconhecimento sexual e corporal!

O autoconhecimento de modo geral já foi também tema de post aqui no blog, mas a ideia agora é ser mais específica. Que tal conhecer e explorar o seu corpo como um todo?

Ouse tocar além das regiões genitais e descubra novas zonas erógenas (áreas de prazer) no seu corpo e no do outro! Toque de diversas formas: com a mão mais forte ou mais leve, com as pontas dos dedos, com a unha, passando uma pena, com a língua, com beijos, com os cabelos ou com a barba. Use cremes ou óleos e experimente diferentes sensações!

Por que não tornar o banho um momento mais especial, ou depois dele, preparando o ambiente com clima especial para uma massagem com calma, em todo o corpo, e também na região genital (mas não ficar apenas nela, tem um corpo todo a ser explorado). Uma masturbação caprichada, que fuja do piloto automático pode ser uma ótima descoberta.

Além do toque, se conhecer também é saber o que enche o seu copo do desejo. Você já parou para pensar nisso?

Eu listei aqui algumas ideias que ouço e recomendo bastante no consultório:

  • beijos (demorados, de língua, quentes, românticos, devagar, pelo corpo, no pescoço, orelha…);
  • ter a linguagem do amor falada;
  • jantar ou momento romântico;
  • algum tipo de roupa que a pessoa vista;
  • um perfume específico;
  • estar bem com a pessoa, ter tido momentos especiais;
  • ter tido pequenas provocações ao longo do dia ou semana;
  • ver que a pessoa está com desejo/vontade de você;
  • explorações do corpo como um todo;
  • determinadas posições;
  • sexo oral;
  • masturbação;
  • banho juntos;
  • massagem;
  • toques físicos sem pretensão;
  • ver que a pessoa planejou preparou o ambiente ou trouxe alguma surpresa.

Fica aqui um exercício: complete ou edite a sua lista com o que você acredita que enche seu copo. Vale lembrar de pelo menos três experiências sexuais que foram muito prazerosas na sua vida, pensar em como foi o dia, como você ou vocês estavam, o antes, o durante e o depois da relação sexual.

Mas se o copo pode ser enchido com essas ações, é claro que algumas atitudes também podem esvaziar o copo do desejo. Por exemplo:

  • brigas, discussões (estar magoada, ressentida, brava…);
  • desconexão, não estar se sentido amada/valorizada (linguagens do amor diferentes, por exemplo);
  • falta de beijos, de preliminares, script sempre igual no sexo;
  • sentir que a pessoa só dá carinho ou toque físico se quiser sexo;
  • brincadeiras inapropriadas;
  • beber demais ou fazer uso de outras drogas;
  • não terem momentos a dois de namoro…

Aqui também é importante completar ou editar a sua lista e pensar em pelo menos três experiências sexuais que não foram boas, o porque não foram e pensar em como foi o dia, como você ou vocês estavam, o antes, o durante e o depois da relação sexual.

Você é – ou deveria ser – a melhor conhecedora de você mesmo! Que tal tornar isso uma meta para 2021 e ter este objetivo de você com você e para você?

 

paulanapolitano

Psicóloga clínica, pós graduada em Terapia Sexual e em Terapia Cognitivo Comportamental. Também é autora do livro "Sexplicando: sexualidade sem mitos e tabus".