A quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus fez com que muita gente se perguntasse: e agora, como fazer sexo? Será que eu posso pegar Covid-19 durante a relação sexual?

O vírus é transmitido por meio de saliva, aperto de mão, espirro, tosse ou toque em objetos contaminados, mas não é uma infecção sexualmente transmissível, como o HIV e a sífilis, por exemplo. Só que a relação sexual envolve contato físico, envolve estar próximo do outro, o que gera algum risco de contaminação.

Como liberar toda a tensão sexual e ter prazer de forma segura? Para quem estava acostumada a ter uma vida social ativa, conhecer outras pessoas e ter relações sexuais, o isolamento social virou um problema, e eu separei algumas dicas para você fazer isso de forma segura!

  • Tenha prazer com você mesma!

A masturbação pode ser um ótimo exercício, com zero riscos (a não ser que você use algum objeto, como um vibrador. Neste caso, higienize muito bem antes e depois do uso). Este é o melhor momento para você conhecer seu corpo, suas zonas erógenas, explorar diferentes sensações, aproveitar os cinco sentidos e testar diferentes formas e intensidades de se dar prazer.

Ah, e todo esse conhecimento do seu próprio corpo depois pode te beneficiar na relação sexual, afinal você vai saber indicar como gosta de ser tocada e como sente mais prazer!

  • Sexo virtual

Já falamos sobre como fazer sexo virtual de forma segura, sem cair em sexting e outras exposições. Com os devidos cuidados, você pode mandar mensagens com conteúdos picantes e até mesmo usar o telefone para contar o que está fazendo, como gostaria de ser tocada neste momento se vocês estivessem juntos… use a imaginação e aproveite!

  • Teste drive

Se você namora e teve que ficar longe do outro neste período, uma opção seria passar o isolamento juntos. Se ambos concordarem e tiverem condições, pode até ser um bom teste para uma convivência maior, como na vida de ‘casados’.

E se você é casado e tem o privilégio de estar junto nesta quarentena, aproveite! Crie climas especiais, dediquem-se a namorar e vivam a sexualidade da melhor maneira possível (desde que ninguém apresente os sintomas da Covid-19, ok? Ah e se alguém estiver saindo para trabalhar por exemplo, lembrar que existe um risco, mesmo sem sintomas).

  • Nenhuma das opções acima é possível, e agora?

Se você está com desejo muito grande de ter relações sexuais, não conseguiu se satisfazer com a masturbação ou com o sexo virtual, a opção possível, mas que apresenta alguns riscos (é importante você ter isso em mente para decidir se realmente vale a pena) é se encontrar com alguém já conhecido, em quem você confia e sabe que está tendo todos os cuidados necessários nessa quarentena, de não se expor ao vírus.

É importante lembrar que tudo isso vai passar, e que podemos utilizar este período para crescer em autoconhecimento, auto descoberta e amor próprio.

Aproveite o Dia dos Namorados para, se você está em um relacionamento, descobrir um ao outro, mas também para se enamorar caso você esteja solteira! Crie um momento para se descobrir se dedicar a você e a fazer coisas que você gosta e torne esse dia especial.

paulanapolitano

Psicóloga clínica, pós graduada em Terapia Sexual e em Terapia Cognitivo Comportamental. Também é autora do livro "Sexplicando: sexualidade sem mitos e tabus".