Já falamos aqui por aqui sobre os filmes pornôs e os riscos de buscar uma vida sexual tão ativa e perfeita como a que aparece por lá!

Mas e os livros eróticos? Você já se aventurou?

Nesta sexta-feira, dia 23, é comemorado o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, e por isso resolvi trazer esse tema que foi sucesso lá no meu Instagram, em uma live que fiz com também sexóloga Jussania Oliveira:

 

Os livros e contos eróticos são uma ótima forma de ajudar a encher o copo do desejo, e não somente para reagir quando existe o estímulo, mas também para aumentar o autoconhecimento sexual e erótico, tema tabu que sempre gosto de reforçar por aqui.

Por meio da leitura é possível aprender mais sobre o seu corpo e as suas reações, e entender o que te excita e te estimula, por exemplo. Será que você prefere histórias mais picantes ou românticas? Quais são os personagens que chamam sua atenção? Você já conhecia as práticas sexuais apresentadas no livro?

Incluir os livros e contos eróticos no dia a dia é um ótimo exercício tanto para quem está em um relacionamento quanto para quem está solteira. Fazer isso é um conjunto pode ser um bom aquecimento, e ajudar a tirar as relações sexuais do script! Já para quem está solteira, é uma ótima maneira de aproveitar para se tocar e perceber as repercussões do corpo de acordo com a história.

É o lazer aliado ao prazer!

Vale lembrar que, assim como nos filmes, os livros também são ficção, e muitas vezes o desejo e a frequência sexual aparecem de forma exacerbada. Mas, por outro lado, a leitura erótica tende a ser mais próxima da realidade, com histórias de relacionamento com começo, meio e fim, além de abordar mais as questões “da vida real”, como preliminares, provocações, etc.

Quer conhecer mais sobre os livros e contos eróticos? Aqui tem uma lista de indicações incríveis:

 

paulanapolitano

Psicóloga clínica, pós graduada em Terapia Sexual e em Terapia Cognitivo Comportamental. Também é autora do livro "Sexplicando: sexualidade sem mitos e tabus".