Eu recebo muitas perguntas sobre o melhor método de prevenção ou qual é o contraceptivo ideal, e a minha resposta sempre é: depende!

Não é porque sua irmã colocou DIU, sua prima toma pílula e sua melhor amiga confia cegamente na tabelinha que você deve escolher algum desses modelos.

Minha primeira indicação para quem não quer engravidar neste momento é: procure um profissional especializado.

Assim como em relação à forma de se tocar ou posição sexual preferida, o método contraceptivo também é algo muito único, e o ginecologista deve avaliar todas as vantagens e desvantagens para cada mulher.

É importante avaliar alguns quesitos como índice de falha, possíveis efeitos colaterais, conforto, necessidades, acessibilidade, risco à saúde (se você fuma, se existe algum problema de saúde pré-existente ou histórico familiar de doença, por exemplo, disciplina com horário, entre outros.

A escolha, além de ser segura, deve se encaixar no seu estilo de vida! Muitas falhas podem  ocorrer pelo uso inadequado do método.

As opções são diversas, e vou apresentar algumas aqui, mas é importante ressaltar duas coisas:

  • NÃO EXISTE MÉTODO 100% SEGURO
  • SOMENTE A CAMISINHA, SEJA MASCULINA OU FEMININA, PREVINE CONTRA AS INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS (IST’S). OS OUTROS MÉTODOS AUXILIAM APENAS CONTRA GRAVIDEZ INDESEJADA

Vale lembrar também que a pílula do dia seguinte, que de acordo com pesquisa do Instituto da Saúde e do Núcleo de Estudos em População da Unicamp, realizada em 2015, já foi usada por 50,9% das mulheres sexualmente ativas (entre 15 e 44 anos) no município de São Paulo, não é um método contraceptivo.

Ela possui dosagem hormonal equivalente a quase metade da dose de meia cartela de anticoncepcionais tradicionais, e deve ser utilizada somente em casos de emergência, como camisinha furada ou até mesmo estupro.

Tipos de métodos contraceptivos:

Naturais/comportamentais

  • Tabelinha
  • Coito interrompido
  • Abstinência sexual

 

Hormonais

  • Pílula oral
  • Injeção
  • Implante
  • Anel vaginal
  • Adesivo

 

Método de barreira (impede o espermatozóide de chegar ao óvulo)

  • Preservativo (camisinha feminina e masculina)
  • Espermicida
  • Diafragma

 

Intrauterinos

  • DIU de cobre
  • DIU hormonal

 

Definitivos

  • Laqueadura
  • Vasectomia

 

paulanapolitano

Psicóloga clínica, pós graduada em Terapia Sexual e em Terapia Cognitivo Comportamental. Também é autora do livro "Sexplicando: sexualidade sem mitos e tabus".