Você já ouviu aquela expressão “Se ame em primeiro lugar”? bom, muitas vezes parece impossível pensar em nós mesmos antes dos outros. Ter empatia, ser solicito e ajudar ao próximo, são sim competências positivas e necessárias. Mas, o que as vezes acaba ficando em segundo plano é o nosso autocuidado.

É engraçado como muitas vezes ao usarmos essa expressão, algumas pessoas logo assimilam a coisas estéticas, porém, além do Skin care e da rotina de exercícios, o autocuidado é sobre trabalharmos o nosso corpo por inteiro; Carne, osso e espirito.

Então, vamos começar ressignficando e desmistificando alguns estigmas que seguem essa expressão, porque ao contrário do que muitos pensam, na prática, ações de autocuidado são simples e básicas como; tomar água, se alimentar bem e respirar.

Porém, ainda assim, muitas pessoas usam o tempo como desculpa para não exercitar outras práticas de autocuidado que também fazem – ou nesse caso fariam – a diferença no seu dia a dia. Elas falam que devido a vida corrida, os compromissos com trabalho e família, o dia fica tão preenchido que não sobra espaço para se cuidar um pouco. Mas boa notícia é que existem diversas maneiras de colocarmos o autocuidado em prática e que não precisa de um elaborado planejamento na agenda.

E foi pensando nisso que convidei a Jornalista Emily Brum para falar mais sobre esse assunto. Confira:

Ouça o seu próprio corpo

A perfeição inalcançável que a internet vem proposto nos últimos tempos, tem feito as pessoas se amarem e se gostarem cada vez menos, e, principalmente, terem menos paciência consigo mesmas. Quando se trata do outro, tudo é possível, sempre dá tempo, mas quando é conosco, o processo é mais lento, mais preguiçoso e mais cansativo.

Nos cobramos muito, o tempo todo, para estarmos tão bonitos quanto aquela modelo, estarmos tão felizes quanto aquele humorista ou com a autoestima tão alta quanto aquele blogueiro, mesmo sabendo que é uma realidade pincelada, e então acabamos nos cobrando por nos cobrarmos tanto e quando vamos ver, estamos num ciclo vicioso.

Ao meu ver, esse excesso de cobrança e de comparação, faz com que a gente viva a nossa vida tão freneticamente que não sobra tempo para enxergar o que há de melhor em nós, não paramos para enxergar que o nosso corpo, e tudo que o compõe, é o que nós temos de mais valioso e é, de fato, o que precisa da nossa atenção e cuidado.

O autocuidado começa quando passamos a nos enxergar como seres únicos e incomparáveis, seres com particularidades e não com defeitos. Seres que precisam de tempo para respirar, que precisam dormir mais 5min numa quarta-feira cansativa, seres que precisam parar um pouco ao longo do dia para tomar um café. Seres que se respeitam.

Se amar não é tão difícil quanto parece, é um processo simples e longe de qualquer regra, afinal, se esse processo exige respeito, não tem como você fazer algo que não goste só porque outras pessoas fazem, em nome do autocuidado. É sobre conseguir identificar quais são as suas necessidades, suas dificuldades, seus defeitos, seus desejos, a sua realidade e trabalhar em cima disso.

Precisamos nos desprender do que gasta o nosso tempo, do que gera stress desnecessário, do que nos tira de nós mesmos e começar a nos cuidar da forma com que precisamos. Sempre mantendo em mente, que para “funcionarmos”, precisamos estar com a mente saudável, com o espirito leve e com muita saúde. Seja fazendo skincare, yoga ou lendo um livro, cuidar de si mesmo, é dar atenção aos seus próprios sinais.

Tipos de autocuidado

Qualquer coisa saudável e que beneficie sua mente, corpo e / ou alma pode ser considerada um ato de autocuidado, coisas simples como, respirar, por exemplo.

Existem diversos tipos de autocuidado como: O autocuidado emocional, que é uma das melhores formas de garantir que estamos completamente conectados às nossas emoções. O autocuidado físico, que inclui atividades relacionadas ao corpo, embora não se limite apenas a isso.

Entre as variações, também podemos citar pontos importantes como o autocuidado social, espiritual e intelectual.

No último episódio do Saí de casa, as apresentadoras Luisa Accorsi e Manu carvalho bateram um papo sobre as todas as esferas do Autocuidado e como podemos aplica-lo no nosso dia a dia. Se você quer saber mais sobre esse assunto, confira o episódio “Autocuidado além do Skin care”. Já disponível nas principais plataformas de áudio e agregadores de podcast.

Por Sandro Christy e Emily Brum