As extensões de cílios são a nova febre do mundo estético. Unindo charme e praticidade, a técnica valoriza o olhar, ajusta a simetria do rosto e tem o poder de levantar a autoestima, garantem especialistas.
Apesar da crescente procura, muitas pessoas ainda têm receio em realizar o procedimento ou até mesmo dúvidas sobre como funciona. Pensando nisso, a fundadora e empresária da Pink Lash, Samara Martins, separou e desmistificou os principais mitos e verdades em torno técnica. “A tendência é tão significativa que atingiu até mesmo os homens, que, no geral, preferem modelos sem tanta curvatura, apenas para aumentar o volume dos naturais”, conta.

A extensão de cílios prejudica os fios naturais – MITO

A técnica não apresenta risco aos fios naturais quando executada de maneira correta e respeitando o ciclo de crescimentos dos pelos. Isso porque os cílios se renovam a cada 90 dias, sendo o processo dividido em três fases: anágena (crescimento), catágena (repouso) e telógena (queda). “O trauma causado em muitas mulheres ocorre quando o método de colocação é incorreto ou quando a extensão é colocada em fios que estão no período anágena, fase em que os fios são muito delicados e não tem estrutura para sustentar um alongamento”, explica a especialista.

Não há necessidade de máscara e Curvex – VERDADE

Após a colocação do alongamento, não é necessário o uso de máscaras ou curvex, pois a técnica garante o efeito proporcionado pelos dois produtos. “A vantagem da extensão é justamente alterar a espessura dos fios para dar a impressão da máscara recém aplicada ou de até de cílios postiços”.

Pode provocar queda – MITO

As extensões de cílios fio a fio tendem a se descolar com o tempo e irão cair apenas quando os cílios atingirem a fase telógena —  período em que os cílios naturais estão em um processo natural de queda para dar início a substituição por um novo fio. “Na técnica, um fio sintético é colocados sobre um único fio natural, respeitando a raiz dos cílios e a fase de crescimento em que se encontra”, garante.

Extensões podem causar alergia – VERDADE

Samara esclarece que, como todo procedimento estético, existe o risco de alergia aos componentes utilizados e defende o teste alérgico antes de qualquer intervenção. “Nós disponibilizamos um teste dermatológico alérgico para garantir que a cliente não tenha nenhum tipo de problema como adesivo utilizado para fixar os fios”.

Mulheres grávidas podem fazer – VERDADE

Não existe nenhuma contraindicação de extensões para gestantes, pelo contrário, esse tipo de intervenção estética só tem a acrescentar na autoestima da mulher. “Muitas mamães fazem para poder registrar a foto do parto de forma que se sintam mais bonitas. Basta conversar com o obstetra explicando o procedimento não invasivo e solicitar autorização”, sugere.

Não pode molhar- MITO

A ideia do alongamento é facilitar a vida da mulher. O recomendado é que a cliente não entre em contanto com a água apenas nas primeira 24 horas após o procedimento. Essa medida é necessária para garantir a fixação correta do adesivo. “Após isso, indicamos lavá-las diariamente com shampoo neutro para uma maior durabilidade. Mar, piscina e banho são totalmente bem vindos após esse período”.

Disfarça pálpebras caídas – VERDADE

Além de proporcionar harmonia ao rosto, a extensão também disfarça pálpebras caídas e olhos afastados. “Isso é possível com os desenhos que fazemos no chamado de mapping do olhar — um visagismo focado na região dos olhos — que proporciona desenhar o olhar do jeito que a cliente quer”, explica Samara.

Banho quente pode prejudicar o adesivo- MITO

A tecnologia dos adesivos garante que após o período de fixação, que é de 12 horas, não há risco descolamento do fio por meio da água, seja ela quente ou fria.

Produtos químicos reduzem a vida útil dos cílios- VERDADE

Como existe a possibilidade de afetar a durabilidade da extensão, o recomendados é evitar o contato.

Paty Moraes Nobre

https://jovempan.uol.com.br/guiasp

Jornalista e agitadora cultural, atuou como repórter em rádios como Jovem Pan e Band, videorrepórter na TV Cultura, editora de notícias, lifestyle, TV e Cultura nas empresas Globo.com, Editora Globo, Caras e Portal iG. Casada e mãe, escreve sobre gastronomia no Portal UOL, é colunista da Exame Vip, da Editora Abril, e coordenadora das plataformas Mulheres da Pan e Revista Guia SP, da Jovem Pan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *