Notícias

Revolução tecnológica nas cidades: o que ela pode substituir?

Nas cidades do futuro, haverá um espaço infinito na nuvem, conexão de objetos com a internet e substituir do homem por robôs em algumas tarefas do dia a dia, mas até onde a tecnologia e os avanços da tecnologia da informação podem ir?

“Estamos falando de uma nova revolução tecnológica que permite a conexão de objetos cotidianos entre si e à internet”, avalia Mário Rachid, diretor executivo de Soluções Digitais da Embratel, que estará no  fórum Mitos & Fatos – Jovem Pan Discute.

Para ele, em um futuro não muito distante será comum geladeiras avisarem sobre a data de validade dos alimentos ou pedir a reposição dos alimentos no supermercado, bem como monitorar nossa saúde em tempo real, além, é claro, dos polêmicos carros autônomos.

“Há algumas regras em situações que a gente precisa ainda trabalhar, mas o carro pode, por exemplo, te indicar como está o consumo de combustível, o pneu, e isso vai facilitar a manutenção e reduzir custos”, explica.

“Tem um processo evolutivo muito grande e já existe a tecnologia. As coisas vão acontecer cada vez mais rapidamente”, complementa Mário, que enfatiza a presença de investimentos robustos em TI e Telecom no Brasil, especialmente nas cidades que sediaram a Copa do Mundo e as Olimpíadas.

O desafio do futuro é levar essas soluções a todas as cidades e fazer com que funcionem de maneira confiável. Esse e outros temas serão discutidos no fórum Mitos & Fatos – Jovem Pan Discute, que acontece no dia 24 de abril, em São Paulo, e será transmitido ao vivo em multiplataformas. Fique ligado!