Notícias

Bicicletas são a solução para os problemas de mobilidade?

O uso da bicicleta no dia a dia é um tema recorrente em discussões sobre o melhor uso do espaço público. Em cidades como Amsterdã, na Holanda, por exemplo, ela tem presença constante nas ruas e representa o principal meio de transporte local, mas será que essa alternativa é eficaz em todos os cenários?

Em São Paulo, que recebeu diversas ciclovias nos últimos anos, o uso da bicicleta ainda é controverso em meio ao caos do trânsito. Em Nova York, com a maior rede metroviária do mundo, a prefeitura luta para fazer com que as pessoas andem de bike.

Horácio Figueira, engenheiro e consultor em engenharia de tráfego, explica que nem sempre a bicicleta é uma solução e que, para que seu uso seja inteligente e seguro, é preciso avaliar as características de cada cidade.

“Em Amsterdã, falamos de uma cidade abaixo de 500 mil habitantes, que tem topografia favorável e onde a bicicleta é bem-vinda. Entretanto, nas cidades maiores há a questão topográfica e a necessidade de deslocamento de milhões de pessoas. A bicicleta representaria um complemento na faixa de 1%”, conta o engenheiro, citando a Pesquisa Origem-Destino de 2007, que é uma espécie de censo.

Já Thiago Benicchio, diretor de Transportes Ativos do Instituto de Políticas de transporte e Desenvolvimento, pondera que essa medição é feita em cima das viagens e, portanto, não computa todas as pessoas que utilizam a bicicleta para se locomover.

“A bicicleta tem se demonstrado eficiente em distâncias de até oito quilômetros, além de economizar energia, ocupação de espaço e ter uma facilidade de deslocamento. Em São Paulo, 60% das viagens são feitas em até 30 minutos e, por isso, temos grande potencial de uso da bicicleta”, enfatiza o executivo, dizendo que a bicicleta traria benefícios muito maiores do que se imagina.

Quer saber mais? Esse e outros temas referentes ao futuro nas grandes cidades serão abordados no fórum Mitos & Fatos – Jovem Pan Discute, que acontece no dia 24 de abril, em São Paulo, e será transmitido ao vivo em multiplataformas. Fique ligado!