‘Enoteca’: Há situações em que café e vinho correm bem juntos

*Por Esper Chacur Filho

 

Final de refeição, você terminando o vinho tinto e trazem o café. O que fazer? Devolva o café. Definitivamente o café
e o vinho tinto vão se contrapor e nenhum deles te dará bom paladar.

Entretanto, há vinhos e situações em que café e vinho correm bem juntos. Se se tratar de vinho fortificado, ou seja, aquele no qual se adiciona aguardente vinífera, já começa a ser possível a harmonização.

Um vinho do Porto não muito envelhecido vai muito bem depois do café e também se bebidos lado-a-lado. A verdade é que a untuosidade do vinho do Porto segura a agressividade ao paladar do café; a combinação passa a soar agradável.

Os vinhos Madeira, especialmente os meio-secos, também seguram bem a onda do café, inclusive, porque aquele
toque de amêndoa que tem no final de boca do Madeira interage muito bem com os aromas e o paladar do café.

Meu preferido para acompanhar o nosso cafezinho é o Jerez da casta Pedro-Ximenes, que tem dulçor e acidez
muito bacanas .

Há muitas cafeterias pelo Brasil que têm essas sugestões em taças e a bons preços. Vale a pela experimentar.