O melhor dos sabores do Nordeste em um dos restaurantes mais tradicionais da Zona Norte de São Paulo

Cupim atolado: um dos carros-chefes do cardápio

Go’Where especial para a JOVEM PAN

A Zona Norte paulistana está longe do circuito dos mais badalados restaurantes da cidade. O que não significa que não existam por lá boas opções gastronômicas. Exemplo disso é o Nação Nordestina, na Vila Maria, ótima opção para quem gosta de culinária regional. Seu nome foi inspirado no CD homônimo do cantor Zé Ramalho. O negócio abriu as portas em 2007, fundado por membros da mesma família que criou na mesma redondeza o Mocotó. A influência nordestina vai muito além da cozinha. Na decoração, por exemplo, há bonecos Vitalino, quadros com cenas típicas da região, cordéis, diversos tipos de artesanatos e xilografias trazidos diretamente da Feira de Caruaru, fora uma coleção de mais 2 000 rótulos de cachaça. Já no cardápio, pratos e bebidas batizados com nomes de personagens ou músicas nordestinas, como por exemplo, o Januário, Cabra da Peste, Asa Branca e, claro, os típicos Baião de Dois, Carne de Sol com Mandioca, Arrumadinho, Torresmo e Cupim Atolado. O restaurante também oferece sobremesas como doces de compota, pudim de tapioca, sorvetes artesanais, o delicioso cartola (uma combinação de banana frita, com queijo de manteiga e açúcar com canela), além de uma brincadeira com o tradicional bolo de rolo, o “peti gatô” nordestino, onde o bolo é servido com sorvete de creme e calda de goiaba.

Rua Kaneda, 894, Vila Maria, 2989 4129