Os melhores vinhos portugueses disponíveis no mercado por até 60 reais

De Esper Chacur

Os vinhos de Portugal estão enraizados na cultura enófila dos brasileiros, até mesmo por razões históricas. Quem não se lembra do Mateus Rosé, do Casal Garcia e de outros clássicos?

Ajuda na popularização o fato de serem produtos acessíveis ao paladar e fáceis de serem encontrados no mercado. E tem mais: as vinícolas lusitanas têm se preocupado em produzir rótulos de todas as faixas de preço, mantendo uma qualidade bem razoável.

Como há uma grande oferta disponível, não raro o consumidor se sente perdido com relação ao que deve levar para casa. A fim de facilitar essa tarefa, vou sugerir alguns vinhos portugueses com a melhor relação entre o custo e o benefício. Minha seleção apresenta produtos entre 25 e 60 reais e inclui dicas de harmonização. 

O primeiro que sugiro é o TERRAS D’ERVIDEIRA BRANCO 2015, Alentejano: é um vinho seco e com boa acidez, que vai muito bem com frutos do mar, especialmente com um arroz de polvo.

Um tinto que recomendo é o Quinta Do Alqueve D.O.C. Tejo Colheita 2015 que acompanha muito bem um Bacalhau ao Forno.

Do Alentejo, uma região que tem feito vinhos mais modernos, minha sugestão é o Calantica da Monte da Ravasqueira. Taí um tinto português para o bom churrasco gaúcho

Do Dão sugiro o Dão Messias Tinto e o Dão Meia Encosta, ambos excelente para o dia-a-dia, para acompanhar aquela massa de domingo ou mesmo uma pizza.

E, por fim, deixo a sugestão de um vinho de sobremesa, o PORTO INTERMARES TAWNY; que vai bem com queijos e doces em geral.