Pular para o conteúdo

Resultados que escondem fumaça

Resultados que escondem fumaça

É evidente que Sampaoli e Peres tem enormes divergências públicas acerca de diversos temas, é recorrente a partida de tênis que acontece entre os dois: um jogo de ping-pong com os problemas de suas áreas. Jorge Sampaoli cobra reforços – são inúmeras as ocasiões que faz publicamente, basicamente toda semana.

O novo foco de fumaça é Jean Mota: após a derrota do Santos para o São Paulo por 3 a 2, o jogador deu declarações na zona mista afirmando que não sabe porque não está jogando, afirmou também não entender porque não foi negociado na última janela de transferência. Peres respondeu que a pergunta deveria ser feita ao treinador da equipe.

Jean Mota é só mais um pivô de desentendimentos frequentes entre técnico e dirigente. As vitórias e o bom futebol esconderam os problemas que permeiam a diretoria santista, é mais que evidente que os dois não se dão bem. Jean Mota resolveu colocar mais um problema para o público e explorar as discordâncias internas do clube. Ao se expor, provavelmente já acreditava que não haveria mais solução interna para seu caso. Eduardo Sasha resolveu seguir um outro caminho: encostado, aproveitou as oportunidades e chamou atenção do técnico.