Pular para o conteúdo

TODXS NÓS | Série da HBO traz primeira protagonista não binária da TV brasileira

Divulgação
TODXS NÓS | Série da HBO traz primeira protagonista não binária da TV brasileira
Imperdível, sério!

A Redação do Freakpop conferiu o primeiro episódio de Todxs Nós, e vamos ter conta tudo sem spoilers.

Criada e dirigida por Vera Egito e Daniel Ribeiro, Todxs Nós é uma comédia dramática sobre juventude, amizade e inclusão, que gira em torno de Rafa (Clara Gallo), jovem de 18 anos, pansexual e de gênero não-binário (não se identifica com nenhum dos gêneros), que sai do interior para morar com São Paulo com seu primo, Vini (Kelner Macêdo), um ator, homessexual, que se diz “careta” e que divide seu apartamento com Maya (Juliana Gerais), uma programadora muito ligada a militância feminina e negra.

A série estreou no último domingo (22/03) na HBO, e o seriado usa boas risadas para ensinar diferentes públicos sobre a comunidade LGBTQ+, equilibrando a representatividade e o entretenimento.

“O papel do audiovisual é também espelhar a sociedade. Ele me disse muito sobre o que eu poderia ser e me ver na tela também me ajuda a me compreender”, contou Ribeiro.

A diretora contou que o alto astral estará durante os oito episódios, de 30 minutos cada. “Temos um tom leve, claro que com momentos sérios, mas é uma celebração”, explicou.

O projeto está sendo desenvolvido desde 2016, quando o canal começou a procurar projetos que mostrassem os jovens na contemporaneidade que vivem em São Paulo. A diversidade não só aparece nos protagonistas, como também no resto do elenco e nos membros da produção. 37% dos personagens com falas são interpretados por atores transgêneros e a sala de roteiro, por exemplo, foi composta por profissionais de diferentes gêneros, orientações sexuais e raça, priorizando o lugar de fala de cada um.

Todos também passaram por uma espécie de sensibilização sobre questões de identidade de gênero e trabalharam o uso da linguagem neutra (que não utiliza o pronome feminino nem o masculino, e sim o “e”), o que refletiu no título da série.

“O título com ‘e’ não existe oficialmente, mas existirá porque o idioma é vivo, uma expressão cultural que se modifica a partir da necessidade dos seus falantes. E a nossa necessidade é essa: é ter o ‘x’, o ‘e’, é ter um termo neutro.’Todas’ se refere às mulheres, ‘todos’ aos homens, e o ‘e’ às pessoas não binárias, mas a série é sobre várias pessoas, sobre mulheres, sobre gays, por isso o uso do ‘x’”, disse Egito.

O cuidado com a linguagem também está nas legendas e dublagens que serão usadas nos demais países onde a série será transmitida.

Com certeza você vai se envolver e se divertir com esses personagens pra lá de carismáticos e que defendem suas causas sem deixarem de se abrir para novas realidades.

Todxs Nós, nova série brasileira da HBO, é exibida todo domingo às 23h.