Pular para o conteúdo

Morre Honor Blackman, a atriz que foi a melhor BondGirl do cinema

Divulgação
Morre Honor Blackman, a atriz que foi a melhor BondGirl do cinema
Mais uma grande perda....

Morre Honor Blackman, a atriz que foi a melhor BondGirl do cinema

Ela ficou eternizada como a mais durona e sensual bondgirl do cinema como também uma das agentes secretas mais eficientes da cultuada série Os Vingadores, mas hoje nos deixou.

Não existe cena mais lembrada nos filmes de James Bond, quando ele (Sean Connery) acorda dentro do jatinho do vilão Goldfinger (Gett Frobe) e fica frente a frente com o braço direito do vilão, a bela e morta Pussy Galore, divinamente interpretada por Honor Blackman, que nos deixou hoje aos 94 anos de causas naturais, sem relação com o coronavírus.

Desde que começou a fazer teatro na década de 40 em West End, em Londres, Honor se destacava pelo seu perfil diferenciado, uma mistura de Greta Garbo com Marlene Dietrich, pelos seus 1,68cm de altura e pelo timbre forte de sua voz. Seu primeiro trabalho no cinema foi no suspense A filha das Trevas, feito em 1948. Trabalhou em diversas outras produções britânicas, mas teve que dar uma parada após seu divórcio, que a levou a uma crise depressiva durante vários anos.

Em 1958, entrou no elenco da primeira grande produção britânica sobre o Titanic, Somente Deus por Testemunha, ao lado de Kenneth More. No começo dos anos 60, fez participações especiais em séries como O Homem Invisível, Top Secret, Danger Man e Quatro Homens Justos, até ser escalada para a nova série Sydnei Newman, Os Vingadores (1961). Sidney também foi o criador de Dr. Who, onde Honor também participou do arco de episódios com o Colin Baker (o sexto Doutor), O Julgamento do Dr. Who, em 1986.

No seguinte, Honor Blackman estava no elenco de 007 contra Goldfinger. Sua personagem, Pussy Galore, não era a tradicional espiã ou uma garota que caia fácil pelos encantos do agente James Bond. Sua cena dentro do celeiro, onde luta com 007 é outro grande momento da franquia. Aliás, a cena só funcionou por que Honor treinava judô e karatê desde que começou a fazer Os Vingadores.

Nos anos seguintes, trabalhou na versão britânica do musical A Noviça Rebelde e outras produções de TV, inclusive em Hollywood como Columbo, de Os Detetives, e os Audaciosos. Nos anos 90, fez a versão britânica da consagrada sitcom Who’s the Boss?, rebatizada de The Upper Hand. Na virada do século, Honor continuou ativa, participando de várias produções de TV, como a série New Tricks.

Segundo seus familiares, ela descansou depois de uma longa jornada entretendo as pessoas. Honor Blackman faleceu durante à noite, enquanto dormia em sua residência no campo em Lewes, perto de Sussex.