Pular para o conteúdo

Covid-19 | Islândia anuncia novas regras para equipes de filmagem estrangeiras

Divulgação
Covid-19 | Islândia anuncia novas regras para equipes de filmagem estrangeiras
A Islândia é cenário de várias séries, inclusive Game Of Thrones!

As restrições para filmagens no país, que já haviam sido reduzidas, serão alteradas a partir de junho. Outros países nórdicos também estabelecem regras específicas para que séries e filmes sigam trabalhando ou voltem a ser produzidas. 

As equipes de filmagem estrangeiras que forem trabalhar na Islândia estarão liberadas da quarentena desde que atendam a uma lista de novas regras estabelecidas pelo governo local em 15 de maio. A lista inclui várias exigências quanto à segurança sanitária das equipes e dos locais de filmagem. Além dessas alterações, o Ministério do Turismo, Indústria e inovação anunciou que a partir de 15 de junho, viajantes estrangeiros poderão escolher a forma como querem ser admitidos no país. Uma das opções é aceitar fazer o teste para o Covid-19 ao chegar à Islândia e permanecer em quarentena por duas semanas. A outra opção exige que o viajante prove que não está infectado pelo coronavírus.

O objetivo das medidas é oferecer a Islândia como uma locação onde os estúdios podem seguir trabalhando apesar da pandemia, desde que dentro de condições de segurança contra o contágio. Cenário de produções como Game of Thrones, Vikings, Black Mirror e Interestelar, entre outros, a Islândia já oferece um sistema de reembolso de 25%. Duas séries seguem em produção no país, a ficção científica Katla, a primeira produção islandesa da Netflix, e o drama Black Port. As duas séries estão respeitando a regra de distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas e a proibição de grupos com mais de cinquenta pessoas, entre outras medidas de segurança, incluindo testes para o Covid-19.

Segundo o Comissário de Cinema Einar Hansen Tomasson, várias outras produções estão agendadas para trabalhar na Islândia durante o verão e o governo estuda aumentar temporariamente a taxa de reembolso de 25% para 35%. Entre as regras para permitir o trabalho, a Islândia estuda determinar que as equipes de filmagem usem voos fretados para chegar ao país, todos sejam testados para o Covid-19 ao chegar e permaneçam no mesmo hotel até o dia seguinte, quando os testes vão informar se todos estão livres do contágio. Após esse processo, as filmagens poderão começar, com um médico permanecendo junto à produção para monitorar a equipe.

Outros países nórdicos também tomaram medidas para proteger a produção de cinema e TV na região. Na Finlândia, as filmagens não foram proibidas, porém a maioria dos produtores interrompeu os trabalhos em março, quando o governo proibiu reuniões com mais de dez pessoas. Em junho, a regra será alterada, permitindo grupos de até 50 pessoas.

Todas as produções foram orientadas a ter uma pessoa responsável pelos procedimentos de segurança relativos ao Covid-19, além de evitar cenas íntimas e manter distância mínima de dois metros, entre outras medidas. Regras similares foram adotadas na Dinamarca.

Na Noruega, regras mais rígidas determinam que os equipamentos sejam manuseados somente pelas pessoas do departamento ao qual pertencem e todos usem roupas protetoras. A produção da segunda temporada da série Exit foi reiniciada dentro dessas regras. Na Suécia, único país nórdico a não ter determinado o lockdown, várias filmagens foram interrompidas, enquanto outras, como Min Pappa Marianne (Meu Pai Marianne) continuaram, porém seguindo medidas de distanciamento social.